Quando a facilidade se une ao sonho de criança

Dia 106/365:

É difícil controlar as nossas vontades, isso ninguém duvida. Mas estas histórias de domínio sobre a vontade estão por toda a parte. Hoje,  o ‘Obrigada, estou apenas olhando, esbarrou em mais uma. Um amigo de infância que mora nos Estados Unidos e que está perambulando por aqui.

Fausto Dias é o nome dele. Hoje ele é jogador de futebol profissional lá fora e atua também como treinador de outros treinadores. “Sou treinador de uma equipe e também dirijo todos os demais treinadores do clube. Tudo que eles aplicam como treinamento faz parte da minha metodologia”, explicou.  Importante, né, gente? Lembro dele quando brincava com meu irmão, no Clube do Caxambu. Bons tempos. Mas o menino que gostava de jogar bola com os amigos, que atormentava as professoras na escola cresceu e aprendeu…

Hoje conversamos pelo Facebook. É cristão, perdeu o interesse pela farra e está casado há dois anos. Feliz da vida, com a graça de Deus! E me contou que o desafio com o  ‘Obrigada, estou apenas olhando’ o tocou. Que bom, mais pessoas impactadas pelas histórias. Isso é fantástico. Eu aprendo, quem me segue aprende, quando a gente compartilha outras pessoas aprendem e seguimos assim, impactando as pessoas, inspirando com nossas histórias e aprendizado.

Mas nem tudo foram flores na vida deste garoto. Quando chegou nos Estados Unidos foram tempos difíceis… Mas as dificuldades o ensinaram. Entre os anos de 2006 e 2012 ganhava pouco e  vivia em alojamento para atletas. E até que chegou a hora de assinar um bom contrato. Mas sua vida mudou mesmo quando começou a se preparar. Hoje tem cinco diplomas nos Estados Unidos, fala inglês e espanhol e, paralelamente, foi se capacitando como treinador. Hoje ganha mais como professor do que como atleta.

Ele me contou também que no último ano estava gastando muito. “Tenho 30 pares de tênis Adidas,  20 jaquetas… Quem precisa de tudo isso? Minha esposa fica doida comigo. Aqui nem tenho onde guardar tudo isso”, confidenciou. Na foto que ilustra este post, ele está na fábrica da Adidas em Portland. Nossa conversa sobre isso começou porque convidei-o para curtir a página. “Já conheço e a página falou muito comigo”, contou. “Estou focando novamente. Estava muito gastão no último ano”.

O que aconteceu com Fausto aconteceu comigo quando comecei a trabalhar. Tinha dinheiro e gastava. “Nos Estados Unidos é tudo muito barato. Apesar de eu ter muito cuidado com o dinheiro que Deus tem preparado, a facilidade de comprar lá encontrou com as vontades de criança e aí já viu” heheheh

Hoje ele mora em Seattle e é bom eu nem pensar em ir para os Estados Unidos hehehe Se foi assim com ele, imagina comigo hahahah Quero nem cogitar uma coisa dessas. Falamos do meu irmão, que é falecido há 18 anos, e da minha mãezinha. Ele lamentou o falecimento dela e, carinhosamente, reforçou que sempre gostou muito do meu irmão… Que bom, Fausto. Bom saber que você está bem, um homem com 35 anos, feliz da vida e que aprendeu muito com a vida, com as dificuldades e com o amor de Deus.

Que possamos continuar aprendendo, não é? Melhor seria se fosse com as boas oportunidades e não com as dificuldades. Mas amém a tudo que acontece em nossa vida e nos serve de lição. Que Deus possa continuar NOS abençoando e NOS inspirando cada dia mais em todos os momentos. 😉

 

2 comentários sobre “Quando a facilidade se une ao sonho de criança

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s