À espera de um milagre (o filme)

Dia 132/365:

Hoje lancei uma brincadeira na página do ‘Obrigada, estou apenas olhando’ no Facebook com a solicitação: “Defina sua conta bancária com o título de um filme”. Foi um dos posts mais comentados até agora. E o filme “À espera de um milagre” foi o grande vencedor, seguido de “E o vento levou… ”

Você conhece o filme, ou só acha engraçado o título? “À espera de um milagre” conta a história de um carcereiro que tem um relacionamento incomum e comovente com um preso que está no corredor na morte: Coffey, um negro enorme, condenado por ter matado brutalmente duas gêmeas de nove anos. Ele tem tamanho e força para matar qualquer um, mas seu comportamento é completamente oposto à sua aparência. Além de ser simples, ingênuo e ter pavor do escuro, ele possui um dom sobrenatural. Com o passar do tempo, o carcereiro aprende que, às vezes, os milagres acontecem nos lugares mais inesperados.

A brincadeira trouxe a possibilidade de fazermos uma reflexão sobre isso. Quem espera por um milagre é porque já esgotou todas as possibilidades de sucesso no mundo físico e está esperando uma solução sobrenatural. Não digo que não é possível um milagre. Eu acredito em milagres, mas antes de esperarmos pelo milagre, que tal se nós trabalharmos para fazer o milagre acontecer?

Sim, é possível, você ser o facilitador da bênção para a sua vida! Mas para transformar a sua vida financeira, você precisa entender porque ela chegou ao patamar que está. Você sabia que pode estar doente, financeiramente falando, e nem sabe? Nossos comportamentos e atitudes podem estar desencadeando a nossa doença.  Para entender se está fazendo isso com você, vamos analisar alguns pontos:*

1 – Desequilíbrio: o desequilíbrio acontece quando você gasta mais do que ganha. E fique tranquilo, você não está sozinho nessa: muita, mas muita gente faz isso. E o crédito é o principal vilão. Se por um lado o parcelamento permite que você realize sonhos, por outro, ele provoca o desequilíbrio se você não souber administrar as suas finanças.

2 – Imediatismo: o imediatismo se manifesta de duas formas: a primeira é no consumo, ou seja, no ‘quero isso agora’, sem pensar nas consequências e sem esperar para se programar para a compra. A segunda é em não poupar para o futuro, achando que a aposentadoria está num futuro muito distante e ‘vai dar tempo de poupar. Já se pegou falando ou pensando isso?

3  – Renda insuficiente ou inexistente:  a renda é o oxigênio das suas finanças. Pode ser na forma de salário, comissões, lucro da empresa, mesada, bicos, trabalhos extras… Seja lá o que for, sem renda não tem como consumir.  Consuma de acordo com a sua renda e aí a gente retoma o discurso do desequilíbrio…

4 – Excesso de autoconfiança: a autoconfiança é um dos segredos do sucesso. E como tudo que é demais atrapalha, autoconfiança em excesso é fracasso garantido. O perigo está em dar passos maiores que a perna alcança. O sujeito que tem autoconfiança em excesso gasta, faz parcelamentos longos e que não condizem com a sua realidade financeira e, se questionado, defende-se argumentando com um ‘eu me viro’. Certamente, esse sujeito será um inadimplente em pouco tempo…

5 – Pressão social: eu sei que é difícil, mas não se deixe levar pela pressão social. Redes sociais, publicidade na televisão, em novelas, filmes no cinema, incentivam o consumo desenfreado. Se o seu vizinho comprou um carro novo ou viajou nas últimas férias, não queira fazer a mesma coisa, converse com a sua família, faça-os entender que vocês não tem condições. Pelo menos não agora…

Leva um tempo para resolver o imbróglio todo. Mas eu acredito, realmente, que quando a gente consegue administrar bem a nossa vida financeira, tudo é possível! Estabeleça metas, faça planos, confira extratos bancários e anote seus gastos. Não queira soluções imediatas para sua vida, trabalhe por elas, pois os resultados vão aparecer.  Este propósito vem desde setembro de 2017. O primeiro passo foi zerar as faturas dos cartões de loja e consegui isso entre os meses de dezembro e janeiro. E o meu milagre está acontecendo agora… A partir do próximo mês, adeus faturas!

Então, se eu estou conseguindo dominar a vontade de comprar, comprar e comprar, você também pode! E vai conseguir. Que Deus continue NOS abençoando e NOS orientando, sempre para o bem e no caminho das melhores oportunidades! 😉

 

* Estas 5 dicas foram baseadas no livro “Dinheiro é um santo remédio – Cure sua vida financeira e nunca saia da forma”, de André Massaro e Conrado Navarro, pela Editora Gente.

 

11 comentários sobre “À espera de um milagre (o filme)

  1. Susana Martinho disse:

    Esse filme é adorável! ❤ No que a dinheiro diz respeito, também importa ter em conta as nossas crenças limitantes. Sem dúvida que elas também influenciam a nossa relação com o dinheiro, assim como influenciam tudo o mais nas nossas vidas.
    E creio que também seria esse o título que eu escolheria! 😀

    Curtido por 1 pessoa

    • Cíntia disse:

      Oi Susana, que bom tê-la por aqui! Obrigada por comentar também… pois é esse foi o filme vencedor hehehe a minha já foi assim tb e o milagre aconteceu quando tomei a decisão de mudar! Sim, com certeza somos o que pensamos! Hoje o meu filme seria “Amor à segunda vista”, com a Sandra Bullock e o Hugh Grant. Sabe qual é? Heheh bjs e obrigada novamente 😘

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.