Quem são os cúmplices da sua situação financeira?

Dia 150/365: 

Você sabe quais são os cúmplices da sua situação financeira?  Avaliando esta pergunta que li hoje no Instagram, percebi que com o ‘Obrigada, estou apenas olhando’, estou aprendendo muita coisa sobre mim mesma.

Você sabe que nossa vida é resultado direto de nossas escolhas, não é? Sim, é! E por conta disso, somos os únicos responsáveis por todas as consequências de nossas escolhas. Mas, apesar desta responsabilidade, temos alguns co-responsáveis neste processo: os nossos cúmplices nas decisões que tomamos.

Os meus maiores cúmplices de compras impulsivas eram os cartões de loja, sem sombra de dúvidas.  Eram eles que me ajudavam a sabotar esta área da minha vida. Encarar o cartão da loja como um facilitador das compras foi o meu maior erro. Eu nem considerava o cartão de loja como cartão de crédito, e, acredito que vinha daí o descontrole.

Graças aos ensinamentos do educador financeiro, Pedro Luiz Braggio, foi possível entender o que estava errado nas minhas atitudes para conseguir mudar.

Temos que optar pelas compras à vista e em dinheiro. Desta forma, tenho certeza de que vamos conseguir parar e pensar antes de gastar. Isso por que nós atribuímos valores diferentes ao dinheiro dependendo do meio de pagamento que escolhemos para fazer uma compra.

Sim, é verdade. Comece a prestar atenção: se for comprar algo que custa R$ 100,00 no cartão de débito ou de crédito é sempre mais fácil do que se você for pagar em dinheiro ‘vivo’. Isso porque, quando vamos parcelar, a gente não pensa no valor total da compra, mas no valor das parcelas.

Era assim que eu fazia minhas compras. Eu não olhava o preço de uma roupa de 100,00, mas avaliava o valor das parcelas: ‘ah, dá pra parcelar em 5 x R$ 20,00 e não vai pesar’. O problema é que não era só uma peça e nem só uma compra por mês.

Temos que começar a encarar o cartão de crédito como dinheiro, aí, quem sabe, sejamos capazes de segurar mais as compras. Afinal, mesmo adiando o pagamento, as faturas do cartão de cartão de crédito também vão chegar. Pergunte-se se você gastaria essa quantia (seja ela qual for) caso fosse pagar em dinheiro. Se a resposta for não ou não sei, não compre!

Adiar o pagamento de suas contas também pode ser outro gatilho negativo para a sua atual situação financeira. Não adie o pagamento de suas dívidas, elas não vão sumir hehehe Acredito que você já ouviu aquela história de que não pagar uma dívida, após cinco anos ela caduca. Após este tempo, apenas o seu nome sai dos registros de inadimplência. A dívida continua existindo e você pode ser cobrado (e com juros altíssimos) a qualquer momento.

Não atrase pagamentos: se você é daqueles que paga suas contas todo mês atrasado, tá pagando juros e perdendo dinheiro, não é mesmo? Pode até não ser culpa sua. Pode ser que a data do seu salário não coincida com os vencimentos dos boletos. Para parar de pagar juros e multas, adeque as datas dos boletos para, de três  a cinco dias após a data em que seu salário ‘cai’ na sua conta. Você vai ver quanto vai conseguir economizar, mensalmente, apenas adequando as datas.

Temos que nos livrar de nossos cúmplices. Você se lembra que já consegui me livrar dos meus cúmplices, não é? E isso é libertador viu! Desde que comecei este desafio, até o sono ficou mais tranquilo e reparador: aquele que é capaz de renovar mesmo nossas forças para o dia seguinte. As preocupações atrapalham a nossa vida e a nossa paz de espírito… Não deixe!

Que Deus continue NOS abençoando em nossas escolhas. Que elas tragam os melhores resultados e consequências positivas para a NOSSA vida. Que as oportunidades sejam aproveitadas com saúde e sabedoria! 😉

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s