O que o Filho Pródigo pode nos ensinar sobre dinheiro

Dia 297/365:

Hoje, saiu a nova edição do jornal da igreja e meu texto sobre Educação Financeira está lá! E para a Glória de Deus, que inspirou este tema, reproduzo aqui para você também!

A regra para uma situação financeira equilibrada é gastar menos do que ganha.

Educação financeira é um assunto que podemos aprender em muitos lugares e das mais diversas formas. Mas hoje, a fonte de aprendizado é a Bíblia. Sim, você sabia que a Bíblia traz profundos ensinamentos sobre o trato com o dinheiro?

A parábola do Filho Pródigo é um bom exemplo. Esta talvez seja uma das mais conhecidas parábolas de Jesus. Ela está Evangelho de Lucas (15:11-32). Você conhece esta passagem. Mas você sabe o significado da palavra pródigo?

Pródigo significa desperdiçador, extravagante… O filho pródigo sai pelo mundo com sua herança e, depois de perder TODA a sua fortuna, volta para casa arrependido. Com esta parábola, Lucas nos faz repensar todos os erros que cometemos ao longo de nossas vidas com relação ao dinheiro.

O perigo da relação com o dinheiro não está em quanto você ganha. Claro que todos que trabalham merecem ser reconhecidos pelo seu esforço e dedicação com bons salários, mas você pode não ter uma vida financeira equilibrada por conta da forma como você gasta o seu dinheiro.

Os ensinamentos do Filho Pródigo:

– Espere em Deus: o filho pródigo não soube esperar nem o falecimento de seu pai para receber a herança. Vivemos em um mundo onde o imediatismo reina. É por isso que as compras em parcelas a cada dia aumentam. Ninguém mais tem paciência (e disciplina) para juntar dinheiro e depois comprar.

 – Valorize sua família: o filho pródigo trocou a segurança da família para se aventurar no mundo, instigado pelas riquezas. Vivemos em uma sociedade que nos avalia pelo que temos e não pelo que somos. Andamos constantemente ansiosos por questões financeiras. Estamos rodeados por propagandas que valorizam o “poder” do dinheiro.

– Deposite sua fé em Deus: imaturo e inexperiente, o filho pródigo não queria uma vida de trabalho e acreditava que a resposta para suas frustrações estava no dinheiro. Cuidado, ele depositou a sua felicidade no dinheiro.

– Faça uma reserva financeira: a extravagância fez que o filho pródigo perdesse tudo. Ele não guardou, não poupou, não economizou e não investiu. Ele não separou os 10% de Deus, gastando tudo que tinha. Não pense somente no dia de hoje.

Espero que goste! Um beijo e fique com Deus! 😉

Usei a mão da minha mãezinha para ilustrar a força do amor e do perdão!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.