Foi Deus que me fez puxar conversa com você!

A coisa mais difícil de nosso relacionamento com bancos é desabilitar algum serviço que eles tenham “gentilmente” nos oferecido. Com o “Obrigada, estou apenas olhando”, foi uma novela cancelar o título de capitalização, tá lembrado?

Ah, aproveitando se você tem um, melhor cancelar também: você está perdendo dinheiro. Mas, para entender melhor, clica aqui e descobre o motivo!

Voltando ao título deste post, essa semana fui ao banco e enquanto aguardava ser atendida por um dos gerentes, uma moça, senta-se ao meu lado e logo puxa conversa, reclamando justamente da relação com o banco.

“Aumentaram o limite do meu cheque especial e preciso cancelar”. Fiquei feliz por ela naquele momento, mostrava maturidade na atitude, mas depois fiquei preocupada com a próxima revelação: “Já estou usando esse novo limite, parcelei a fatura do cartão de crédito e estou com o nome ‘sujo’ por ficar devendo para outro banco”.

Aí pensei sobre a irresponsabilidade do banco em dar um cartão de crédito para uma pessoa que já estava negativada.

Tentei explicar – com todo o cuidado do mundo – que ela tinha que se controlar e gastar dentro do seu orçamento. Mas quando perguntei se ela sabia quanto gastava, a resposta foi negativa. “Mas meu marido sempre diz que compro muito”, revelou, envergonhada.

Se as pessoas estão percebendo, então deve ser verdade. Expliquei da importância de fazer um planejamento, de monitorar e controlar os gastos e, de repente, ela vira pra mim e diz: “você deveria dar aulas sobre isso!”

Foi o melhor elogio que poderia ter recebido. Contei pra ela sobre o meu desafio, sobre o “Obrigada, estou apenas olhando” e ela comentou: “Foi Deus que me fez puxar conversa com você”, sim, querida, foi mesmo!

Quando saí do banco, ela ainda conversava com o gerente e espero, do fundo do coração, que ela tenha conseguido resolver a sua situação. Orientei como ela deveria conversar com o gerente e tomara que tenha dado certo.

Pessoal, cuidado com o banco e os produtos que eles oferecem. E, lembre-se, o gerente é do banco e não seu! Ele sempre vai trabalhar para o que for melhor para o banco, fique atento e faça valer seus direitos.

Que Deus continue NOS orientando e inspirando a falar com as pessoas certas nos momentos cruciais da nossa vida e que possamos estar atentos para orientar, ouvir sem julgar e ajudar todos que precisarem! Seja feliz! 😉

2 comentários sobre “Foi Deus que me fez puxar conversa com você!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.