Aprendizado para uma vida inteira

Já se passou um ano do fim do desafio com o “Obrigada, Estou apenas Olhando”. Vocês se lembram, eu tomei a decisão em 7 de setembro de 2017. Nesse fim de semana que passou, o Portal Tudo, um site de notícias de Jundiaí e Região, publicou um texto meu falando sobre a saga de ficar um ano sem compras. Quem sabe Deus permita que possa inspirar outras pessoas. Que assim seja! Obrigada, Portal Tudo! Obrigada, Fabiana Pupo que, como eu, acredita neste propósito de inspirar as pessoas! ❤

Reproduzo aqui o texto publicado no Portal, só pra você relembrar como tudo começou e que Deus continue nos abençoando com saúde e prosperidade e segurando nossos cartões de crédito dentro da carteira. Amém  😉

“Ficar um ano sem compras para uma pessoa que adora shopping centeres não foi das tarefas mais fáceis. Na verdade, foi bem difícil! Bem difícil mesmo! Tomei a decisão em 7 de setembro de 2017. mas os boletos de compras parceladas continuaram chegando por mais três meses. E isso foi bem frustrante. Sei lá, acho que no meu subconsciente imaginava que as contas sumiriam como num passe de mágica. Ledo engano.

Lágrimas de frustração rolaram a cada boleto que chegava. O dinheiro não sobrava. Mas eu já sabia que isso iria acontecer: só não queria admitir. O meu educador financeiro, Pedro Braggio, já havia me alertado sobre a frustração de não ver resultados imediatos.

Criei um blog (obrigadaestouapenasolhando.com) para contar sobre as descobertas, as dores e os aprendizados dia após dia, em contagem regressiva. As pessoas começaram a acompanhar e se identificar com o que eu estava passando: foi incrível! Recebi muitos feedbacks positivos, depoimentos, comecei a ouvir histórias de pessoas que, como eu, também exageravam nos gastos mensais. Aprendi junto com todos eles…

Mais de um ano já se passou desde o fim deste desafio que se encerrou em setembro se 2018. Hoje, continuo guardando dinheiro, investindo, mas, principalmente, controlando os gastos, fazendo planejamento e com apenas um cartão de crédito, o do banco. Cartões de loja? Nem pensar!

Foi um tempo de muita resiliência e aprendizado. Aprendi muito, pesquisei, ouvi conselhos de pessoas que sabiam muito mais do que eu nesta área. Mas, também dividi com as pessoas tudo que foi aprendendo ao longo dos 365 dias.

Hoje, acredito que o terapeuta e educador financeiro, Pedro Braggio, estaria orgulhoso de mim. E se eu posso, você também pode!”

4 comentários sobre “Aprendizado para uma vida inteira

Deixe uma resposta para crisunterstell Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.