Ir além, com a graça de Deus…

Dia 365/365:

Cruzar a linha de chegada é um sentimento indescritível e fui comemorar aqui, no lugar onde tudo começou: a inspiração para o “Obrigada, estou apenas olhando” veio na igreja para impactar a vida das pessoas a partir do dom que Deus me deu.

Hoje o Brasil comemora a sua independência de Portugal e eu comemoro a minha independência financeira que traz tranquilidade, paz interior e um novo jeito de ver e encarar a vida!

Sim, como ela mudou! E não foi somente no quesito financeiro, mudou de um modo geral e acredito que o Espírito Santo de Deus é o responsável por toda essa transformação.

O que fazer agora? Ir além, com a certeza de que tenho um Deus que cuida, cura, liberta, abençoa, transforma e, acima de tudo, ama e NÃO ABANDONA.

Hoje, encerramos as postagens diárias no blog, com a contagem regressiva. Quem sabe começaremos outra em breve, para inspirar as pessoas e mostrar pra elas o quanto Deus é bom, justo e cuida dos mínimos detalhes.

Que tenhamos força para fazer o que é preciso para alcançar a transformação. Seja corajoso! Seja feliz! E que Deus o abençoe! 🙏🏻❤️😉

Compartilhe comida, roupas, orações…

Dia 364/365:

As lições que aprendemos com nossos pais e avós são para a vida, mesmo! Nossos queridos sabiam mesmo das coisas… E de vez em quando precisamos nos lembrar destes ensinamentos… E o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ vai ajudar nisso hoje…

Lembra quando íamos almoçar na casa dos avós no domingo e sempre levávamos uma marmitinha de comida? Pois é… isso é fantástico, faz a gente economizar e compartilhar. Compartilhar é o segredo desta lembrança. O ato de compartilhar demonstra carinho, atenção e preocupação de um lado, e de outro, o reconhecimento por aquilo que aquela pessoa fez… No meu caso, lembro que minha avó sempre fazia bolo e pães e no fim de tarde, quando saímos da escola, eu e minhas amigas passávamos lá pra tomar café, comer bolo… Ela ficava encantada…

Hoje fui almoçar na casa de uma senhora muito especial (ela surgiu na minha vida pouco depois de minha mãe partir e posso dizer que essa amizade e carinho mútuos me faz muito bem)… Levei os limões do meu quintal. Ela adora e sempre pede, dizendo: ‘na feira e no mercado tá muito caro. Tem limão na sua casa?’ hehehe

Voltei pra casa com uma marmitinha de carne com batata. Ela fez porque sabe que eu gosto. E a carne com batata que ela faz fica igualzinha da minha mãe… Aliás, carne com batata é uma receita de mãe mesmo não é?

Compartilhe! O que você tem no quintal? Frutas? Colha e divida com os vizinhos, amigos ou familiares. Vai fazer um bolo? Faça uma receita maior e leve um pedaço para a sua sogra, para os amigos do trabalho… Compartilhe roupas e calçados que estão parados no armário, mas que  estejam em bom estado para que outras pessoas possam usar. Compartilhe orações! Ore pelo seu irmão, pelos seus amigos, pelos seus familiares, pela conversão dos seus vizinhos e amigos… Ore pela prosperidade de todos! Ore por este país…

E que Deus continue abençoando as pessoas que entram em nossas vidas com muita saúde, paz, amor e disposição. Que Ele NOS proteja e NOS abençoe sempre! 😉

 

 

Continuar poupando, com certeza

Dia 363/365:

Digo sempre que aprendo todos os dias. E espero que vocês também: estar aberto para aprender é fundamental para crescer e evoluir… As pessoas que sabem deste propósito e acompanham o  ‘Obrigada, estou apenas olhando’, também sabem que ele está chegando ao fim. E a pergunta que vem é ‘e agora?’

Agora, vou continuar poupando, com certeza! Sempre que me encontro com um empresário jundiaiense do ramo imobiliário me surpreendo com sua serenidade com relação ao dinheiro e sua despreocupação com o tema.

Toda vez que nos encontramos ele, gentilmente, pergunta sobre o desafio, sobre as minhas economias e me pede dinheiro emprestado hahahah Eu? Emprestar dinheiro para o senhor? Não vou emprestar, quero ser sua sócia! heheheh Esta foi a última resposta que dei. Isso foi na semana passada e hoje ele se lembrou disso…

Como todo empresário bem-sucedido, ele está sempre vestido de maneira simples e não ostenta. Engraçado como as pessoas que SÃO não tem a necessidade de mostrar isso. Elas simplesmente são. E, por outro lado, como as pessoas que QUEREM SER exaltam a si próprias, ostentam e vivem uma vida fora do seu real padrão.

Este empresário é um exemplo de vida, de superação, de sucesso! Quem dera todos nós fôssemos assim –  simples  e de bem com a vida. Ele me lembra o criador do Facebook, Mark Zuckerberg, que está sempre com a mesma camiseta e calça jeans.

Fui pesquisar sobre esta maneira simples de viver a vida e descobri que empresários como Mark e Steve Jobs  são adeptos do ‘menos é mais’ em suas vidas.  Vestindo-se sempre da mesma forma, eles conseguem:

  • Gastar menos tempo e se poupam o estresse para se arrumar
  • Com menos roupas, mais qualidade em tecidos e padronagens
  • Transmitir estabilidade ao usar o mesmo estilo
  • Gastar menos com compras supérfluas de roupas que nem vai usar

Veja só que o estilo de Mark Zuckerberg, Steve Jobs e este empresário jundiaiense vai ao encontro da nossa ideia do Armário-Cápsula. Vamos fazer? Com o fim deste desafio na sexta-feira (7), vamos começar a falar disso. Que Deus continue NOS inspirando nestas ideias que edificam e promovem melhora em nossa qualidade de vida… Seja feliz 😉

Doeu aprender que leva tempo…

Dia 362/365:

Palestras, cursos, textos, livros, dicas, pesquisas, orientação do Pedro Braggio… Nossa, quantas fontes de informação e aprendizado. Neste quase um ano, o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ aprendeu de muitas formas… Até errando…

Sim, nem tudo foram flores por aqui. Colocar em prática o que aprendemos, não significa que vai dar certo na mesma hora. Acredito que o que mais doeu foi aprender que leva tempo!

Mas é matemática pura: para sobrar dinheiro, você tem que gastar menos do que ganha! Isso é incontestável. E somente sentindo na pele a dificuldade de fazer sobrar que aprendi o quão importante é tomar esta decisão.

Vocês se lembram bem que os primeiros três meses foram os mais críticos. Eu estava pagando as despesas que havia feito com cartão de crédito e cartão de loja em meses anteriores ao início do desafio. Daí, a demora em acertar tudo…

Mas depois que as despesas cessaram tudo ficou mais fácil. Sem as compras supérfluas, a cada mês sobrava mais para poupar. A cada mês aumentava mais a porcentagem do valor que seria guardado. E deu certo… Hoje, o valor que vai pra reserva financeira gira em torno de 35%, sem deixar de lado os meus gostos: cinema e almoços.

Tive alguns probleminhas de saúde neste período e nem estes gastos extras impactaram os valores poupados, pois, o restante estava em dia… Sem dívidas, sem um monte de boleto para pagar, as coisas ficam muito mais fáceis. Pode acreditar.

E não, não é um sonho impossível. Não, não é uma meta inatingível!

É possível! É atingível! Planeje-se, organize seus gastos, diminua as compras (lembre-se, você não precisa ficar um ano sem compras, como eu fiz), você pode diminuir suas compras, domine a sua vontade de gastar. Envolva toda a família em seu propósito, faça com que seja um desafio para todos! E, principalmente, viva de acordo com suas posses. Não ostente, não aparente o que não é, acredite, você vai sofrer menos.

Aprenda a dizer NÃO: para si mesmo, para seus filhos e cônjuges, para os amigos e colegas de trabalho! Não se endivide para seguir a galera, para mostrar para o vizinho… Ninguém tem inveja daqueles que estão endividados!

Que Deus continue NOS abençoando e NOS protegendo em todos os momentos de nossas vidas e em todas as áreas: finanças, pessoal, profissional, familiar… Seja feliz! 😉

 

 

Quando o feedback vem do inesperado…

Dia 361/365:

Hoje recebi mais um feedback positivo com o “Obrigada, estou apenas olhando” é fiquei extremamente feliz.

Por vários motivos:

1º) Eu nem imaginava que a pessoa acompanhava o blog e lia as postagens;

2º) A pessoa em questão faz parte da minha história, da minha infância. A Sonia foi minha vizinha desde sempre. Há alguns anos se mudou e agora só temos contato via facebook.

Ela já ajudou minha mãe a terminar de cozinhar o feijão (ela me contou isso), uma certa vez quando havia acabado o gás em casa e estava quase no horário que eu costumava chegar do trabalho. E minha mãe preocupada pediu ajuda pra ela.

Eu não sabia dessa história! Ela me contou faz pouco tempo e como fiquei orgulhosa da minha mãe por conta disso!

3º) Ela me mandou o recado mais fofo destacando a sua experiência com o blog e tudo que vem aprendendo. Confere só:

Cíntia querida, graças a vc estou colocando minhas contas em dia, nada de gastos!!!! Obrigada linda! (…) Cintia, acompanho desde o começo, vc me ajudou muuuuito querida!!! Tudo o que vc escreve é muito útil a todos os que querem mudanças!!! Gastar nunca mais!!!!!💰💰💰💰

É pra ficar feliz da vida, não é, gente? Nesta reta final, receber uma mensagem destas é pra dar pulos de alegria! Obrigada, Sonia, pelas suas palavras e por fazer parte da minha história!

Que Deus continue abençoando NOSSAS vidas e fazendo todo mundo feliz! 😉

Foto da Sonia fazendo tricô? Ou seria crochê? Heheh

“Na próxima semana estará em Miami”

Dia 360/365:

Nossa, faltam apenas 5 dias para o fim deste desafio… Quanto vivemos neste um ano não foi? O ‘Obrigada, estou apenas olhando’ me fez rir (de alegria, de orgulho e de nervoso), chorar (de frustração e de nervoso)…

Uma mistura de sentimentos que mostram o quanto somos humanos. O quanto somos reais, o quanto somos pessoas normais! De que adiantaria eu dizer aqui que foi tudo as mil maravilhas se não foi? De que adiantaria mentir pra vocês, mas, pior, mentir pra mim?

Ontem encontrei meu amigo Márcio Miguel. Ele é da TV TEC Jundiaí e foi um dos que aqui, na minha cidade, me abriu as portas para falar sobre esse projeto. O alcance que tivemos depois da reportagem da TV TEC foi fantástico e quanta coisa mudou de lá para cá…

Quando comentei com ele que faltavam 6 dias (ontem) para o fim deste desafio, ele brincou: semana que vem estará em Miami gastando TUDOOOOOOO!

Um parênteses para explicar sobre Miami. O Márcio comentou sobre Miami, por conta da fama da cidade. Ela é, sem dúvida, o roteiro de 10 entre 10 brasileiros que viajam para a Flórida, em busca do paraíso das compras. A cidade possui uma estrutura para compras que impressiona todos, com uma quantidade enorme de lojas, outlets, shoppings diversas lojas espalhadas por toda a cidade. Só de curiosidade, os itens que os brasileiros mais compram em Miami e que valem muito a pena lá são os eletrônicos, roupas, maquiagem, perfumes, relógios e tênis.

Ah, gente, quem dera não é mesmo? Mas eu sei que ele estava brincando. Ele acompanhou toda a minha saga neste ano, tudo que aprendi (ele visitava o blog regularmente)… Ele sabe que não dá pra voltar a ser a mesma pessoa…  Mas o post é pra você, Márcio, muito obrigada!

E mesmo sem Miami, vamos continuar firmes, buscando um propósito a cada dia, uma nova oportunidade de fazer o bem, com a graça de Deus! 😉

A foto mostram os cupons de desconto que a maioria dos outlets e shoppings disponibilizam com descontos de até 50% em várias das principais lojas em Miami e Orlando. Tá vendo, mesmo que eu fosse para Miami, ia pechinchar heheheh

Armário-Cápsula: por onde começar?

Dia 359/365:

Há quase um ano, a alternativa que escolhi para poupar foi fugindo do consumismo com todas as minhas forças. Difícil no início, mais fácil ao longo do tempo, o ‘Menos é mais’ deixou de ser clichê e passou a ser minha filosofia de vida. Com o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ me deparo todos os dias com histórias, novas ideias e relatos de pessoas que, como eu, nem sabia o que estava fazendo e deu certo.

A ideia do Armário-Cápsula é fantástica e tenho certeza que pode inspirar muitas mulheres e homens (por quê não?) a diminuírem a quantidade de roupas em seus abarrotados armários. A ideia central do Armário-Cápsula é ter um guarda-rupas com peças curingas, que combinem (ou ornem… heheh isso é muito Jundiaí) e se complementem entre si.

Cápsula é uma palavra que sugere algo menor, reduzido, compacto… Então o seu armário passa a ter apenas aquelas peças básicas do velho e conhecido ‘tem-que-ter’…  Mas não é pra você abrir o guarda-roupas, doar tudo que tem lá dentro e começar do zero com peças novas. Nã na ni nã não… Você tem que começar com o que tem…

Simplificar a vida pode começar pela otimização do seu armário. E, de quebra, vamos aprender a controlar a impulsividade e usar muito mais o que você já tem e ama. Sim, vai na linha do minimalismo, ou seja, remover tudo aquilo que não agrega valor à sua vida e dar espaço para coisas que te edifiquem. De que adianta ter um armário cheio de roupas que você nem sabe quais são. Roupas com etiqueta ainda, roupas precisando de reparos, roupas que não lhe servem mais… A ordem é desapegar do que você não usa.

Então, o primeiro passo é tirar tudo que você tem no armário. Coloque em cima da cama e separe: o que sim e o que não.

Na pilha de SIM: verifique se existem peças que precisam de pequenos ajustes e já separe para levar à costureira.

Na pilha do NÃO: separe o que está em bom estado e pode ser doado. Se tiver roupas manchadas (de ficar guardada), rasgadas ou muito desgastadas (como aquelas jaquetas de couro que começam a descamar de tão velhinhas) e: jogue FORA. Não se doa para outra pessoa aquilo que você também não usaria…

Consumir menos e com mais consciência. Amanhã vamos falar sobre como montar as cápsulas de cada estação.  Quando fiz o meu primeiro guarda-roupa cápsula, por exemplo, selecionei as peças que tinha e comprei algumas peças-chave (especialmente básicos), aquilo que estava faltando pra tudo ficar mais harmônico. O restante, aquilo que não iria usar, coloquei em uma mala e numa arara longe do meu closet. Agora que montei o meu armário cápsula de primavera, busquei nessas peças guardadas aquilo que queria usar – num próximo post vou detalhar tudo isso, ok? Só pra deixar claro como funciona o processo.

Pense no seu uniforme:  sabe aquela roupa que você sempre acaba pegando de manhã na hora de se vestir? Então, esse é seu uniforme! Ele pode te ajudar a delimitar o número de peças que vai passear pelo seu armário. E como estamos no inverno ainda, pense numa calça skinny, camiseta, cardigan aberto, casaco por cima (sobretudo ou uma jaqueta de couro) e uma botinha ou scarpin.

O próximo passo é pensar em outras combinações que você quer adotar, além do seu uniforme. Por exemplo, no caso do inverno: saia + meia-calça + camisa + tricô + botinha ou calça skinny + camiseta + casaco + slip on ou calça + tricô + cachecol + sapatilha ou saia + meia-calça + scarpin + tricô + casaco. O Instagram tem muitas dicas de looks. Procure pela hashtag #DicadeEstilo ou #Fashion #ModaTrabalho ou qualquer outra que remeta às dicas de moda… Você vai encontrar muitas ideias.

Uma ajudinha para montar o seu armário-cápsula: confira a quantidade de peças que você pode ter para não ficar sem opções:

  • Calça skinny (uniforme) – 5
  • Camiseta (uniforme) – 5
  • Cardigan (uniforme) – 2
  • Casaco (uniforme) – 4
  • Bota (uniforme) – 3
  • Saia – 4
  • Camisa – 2
  • Tricô – 2
  • Cardigan – 2
  • Slip On – 1
  • Sapatilha – 2
  • Scarpin – 2

Você está gostando? Eu estou amando esta ideia. Ainda não comecei a mexer no meu. Estou apenas estudando e analisando as possibilidades. Mas estou muito animada. A coisa de tirar tudo de dentro do guarda-roupas vai dar trabalho e vai demandar tempo. Mas a gente consegue! Ah, se consegue! Que vocês sejam felizes hoje e sempre! Com muitas roupas ou não, mas sempre com a Graça de Deus NOS envolvendo! 😉