Como eu era antes de você…

Amo este filme! Me lembro muito da minha mãe e isso não me entristece. Pelo contrário, me deixa em paz… Sempre choro, é claro, mas são lágrimas que lavam a alma e acalmam…

O desafio do “Obrigada, estou apenas olhando” acabou, mas, este talvez seria o título de um livro sobre esta experiência…

Como eu era antes de você… Eu era perdulária, sim! Confesso que sempre que passava no shopping para almoçar ou ir ao banco, saía com uma sacola…

O engraçado é que a sensação boa fica com a gente até chegar em casa… heheheh Depois vem a preocupação sobre como pagar e, algumas vezes, você olha para a sacola e de pergunta: porquê fiz isso?

Estou aqui lembrando de quando fazia isso… Realmente é como se passasse um filme pela minha cabeça. Lembro-me que eu NUNCA experimentava as roupas na loja… Talvez fosse para não mudar de ideia e, consequentemente, desistir da compra…

Eu gostava de comprar, do ato da compra, da sensação… E devo confessar que estou vivendo o “é agora?” E, se você está curiosa (o), fique tranquila (o)! Eu não fui às compras!

E não fui, não tive vontade, mas também tive medo… Medo de me descontrolar e, apesar de estar precisando de lingerie, vou esperar mais um pouco…

Esperar para entender todo esse turbilhão de sensações! E, com a graça de Deus, tudo vai se encaixando…. Como eu era antes de você, desafio? Não sei bem! Mas, agora, sou, divertidamente, uma mulher que para, pensa e consegue tomar a melhor decisão, graças a Deus! Seja feliz! Seja financeiramente, consciente! Sinta-se abençoado! 🙏🏻❤️😉

A foto do post mostra a alegria da personagem Louisa Clark ganhando seu presente de aniversário: as enigmáticas meias listradas! Ah as mulheres e sua paixão por roupas… hehehe

Anúncios

Ir além, com a graça de Deus…

Dia 365/365:

Cruzar a linha de chegada é um sentimento indescritível e fui comemorar aqui, no lugar onde tudo começou: a inspiração para o “Obrigada, estou apenas olhando” veio na igreja para impactar a vida das pessoas a partir do dom que Deus me deu.

Hoje o Brasil comemora a sua independência de Portugal e eu comemoro a minha independência financeira que traz tranquilidade, paz interior e um novo jeito de ver e encarar a vida!

Sim, como ela mudou! E não foi somente no quesito financeiro, mudou de um modo geral e acredito que o Espírito Santo de Deus é o responsável por toda essa transformação.

O que fazer agora? Ir além, com a certeza de que tenho um Deus que cuida, cura, liberta, abençoa, transforma e, acima de tudo, ama e NÃO ABANDONA.

Hoje, encerramos as postagens diárias no blog, com a contagem regressiva. Quem sabe começaremos outra em breve, para inspirar as pessoas e mostrar pra elas o quanto Deus é bom, justo e cuida dos mínimos detalhes.

Que tenhamos força para fazer o que é preciso para alcançar a transformação. Seja corajoso! Seja feliz! E que Deus o abençoe! 🙏🏻❤️😉

Quando o feedback vem do inesperado…

Dia 361/365:

Hoje recebi mais um feedback positivo com o “Obrigada, estou apenas olhando” é fiquei extremamente feliz.

Por vários motivos:

1º) Eu nem imaginava que a pessoa acompanhava o blog e lia as postagens;

2º) A pessoa em questão faz parte da minha história, da minha infância. A Sonia foi minha vizinha desde sempre. Há alguns anos se mudou e agora só temos contato via facebook.

Ela já ajudou minha mãe a terminar de cozinhar o feijão (ela me contou isso), uma certa vez quando havia acabado o gás em casa e estava quase no horário que eu costumava chegar do trabalho. E minha mãe preocupada pediu ajuda pra ela.

Eu não sabia dessa história! Ela me contou faz pouco tempo e como fiquei orgulhosa da minha mãe por conta disso!

3º) Ela me mandou o recado mais fofo destacando a sua experiência com o blog e tudo que vem aprendendo. Confere só:

Cíntia querida, graças a vc estou colocando minhas contas em dia, nada de gastos!!!! Obrigada linda! (…) Cintia, acompanho desde o começo, vc me ajudou muuuuito querida!!! Tudo o que vc escreve é muito útil a todos os que querem mudanças!!! Gastar nunca mais!!!!!💰💰💰💰

É pra ficar feliz da vida, não é, gente? Nesta reta final, receber uma mensagem destas é pra dar pulos de alegria! Obrigada, Sonia, pelas suas palavras e por fazer parte da minha história!

Que Deus continue abençoando NOSSAS vidas e fazendo todo mundo feliz! 😉

Foto da Sonia fazendo tricô? Ou seria crochê? Heheh

Como definir uma meta?

Dia 356/365:

Ontem falamos sobre como nos manter motivado. E hoje ouvi uma coisa que completa esse post do “Obrigada, estou apenas olhando” sobre sonhos e metas.

A sabedoria popular é mesmo fantástica: uma senhorinha me disse hoje enquanto aguardávamos atendimento: “um objetivo sem plano é apenas um desejo”.

O que ela quis dizer é que você precisa traçar as suas estratégias e metas para atingir o seu objetivo. Se você já se frustou na tentativa de realizar sonhos e não conseguiu, talvez esteja faltando definir melhor como chegar lá! Já pensou nisso?

Então pra começar, faça como eu: escreva! Sim, simples não? Escrever seus sonhos/planos pode ser o início de tudo! A partir daí você conseguirá enxergar o que precisa fazer para chegar lá!

A vida segue, coisas acontecem e para você se desviar do seu plano é muito fácil. Mas se estiver escrito e num lugar visível pra você, estará sempre ali te lembrando, te alertando de maneira objetiva.

Suponhamos que você tenha o sonho de comprar um apartamento. Não coloque apenas “quero um apartamento”. Seja mais explícito: “quero economizar R$ 50 mil para dar como entrada no meu novo apartamento”.

Parece simples e é! Não é mágica, não é milagre: é planejamento, organização e perseverança. Mantenha-se motivado (você já sabe como) e tenho a convicção que você vai conseguir, com a graça de Deus. Seja feliz! 😉

Pare! Simplesmente, pare!

Dia 352/365:

Hoje vi uma postagem que tem tudo a ver com o que minha vida – depois do “Obrigada, estou apenas olhando” – se tornou. Calma, eu explico.

O título deste post – Pare! Simplesmente, pare! – é uma alerta para as coisas que a gente faz e precisa parar de fazer: perder tempo com gente que não te acrescenta coisa alguma; e de gastar dinheiro com qualquer bobagem.

Nós temos que parar de perder tempo com pessoas que apenas no sugam; que apenas nos mandam solicitações de amizade e, na vida real, sequer nos cumprimentam; pessoas que não estão em nossa vida para somar, e, a cada oportunidade que nos encontram, têm sempre uma palavra negativa, uma crítica destrutiva ou um olhar reprovador.

Está na hora de sacudirmos a árvore para que caiam os frutos podres e só fiquem os bons, os saborosos, aqueles que agradam os olhos e o paladar…

Pare, simplesmente, pare, de querer agradar a todos. Por mais que nos esforcemos, nunca seremos unanimidade nessa vida! E vamos combinar, tentar agradar em todo o tempo é cansativo, é desgastante!

Seja você! Melhore por você! Faça coisas por você, pela sua saúde, pela sua vida financeira! E você verá que todas as outras áreas de sua vida se encaixarão…

Sobre dinheiro? Sobre gastar com qualquer bobagem? Vocês sabem a minha opinião! Encarem o dinheiro com um fim, não um meio… É ele que vai te proporcionar a realização de sonhos e a materialização de uma vida tranquila e feliz…

Pessoas que não acrescentam e dinheiro gasto à toa foram as principais coisas que risquei da minha vida! Desde que me converti (apenas alguns meses depois, comecei este desafio: acredito que Deus começou a operar as mudanças em minha vida a partir daí), muitas pessoas se afastaram, outras eu afastei e posso garantir, sem sombra de dúvidas, que não fazem falta… E agradeço a Deus por isso!

Sobre o dinheiro? Vem sendo um aprendizado muito edificante, pra mim e para as pessoas que nos seguem e também agradeço a Deus pela oportunidade de fazer a diferença neste mundo!

Compartilhar o que venho aprendendo é fantástico! Aprendo duas vezes! Que Deus continue NOS abençoando e NOS mantendo no bom caminho, aquele que leva até o pai! Seja feliz! 😉

A foto marca um momento decisivo: quando quebrei o primeiro cartão de crédito! Heheh

Feliz Dia dos Pais

Dia 339/365:

Hoje não é dia pra falar de gastos, economias e compras. É um dia pra comemorar: e o “Obrigada, estou apenas olhando” quer homenagear todos os papais.

Vocês sabem que a figura paterna foi uma grande ausência na minha vida, por escolha do meu pai! Ele não quis participar de nossas vidas (do meu irmão e da minha) quando se separou da minha mãe.

Mas, graças a Deus, venho aprendendo que um pai que se separa da mãe não precisa, necessariamente, se separar dos filhos também e isso vem curando as minhas feridas. 🙏🏻

E a minha homenagem vai para estes Pais que, mesmo longe do convívio familiar diário, é presente na vida dos filhos.

Fábio Chauh é o meu exemplo de pai que segue o eterno jogo de tentativa de acertos e erros. “Meu pai é um exemplo pra mim, com ele aprendi o que fazer e também o que não fazer. Com ele aprendi que por mais que as pessoas valorizem os bens materiais, ele me mostra que ser correto e ético é o melhor a fazer”, explica.

E são estes princípios que ele tenta passar pra sua filha. “Ser pai é um ciclo que se repete e se renova: a gente aproveita o que foi bom e transforma o que não foi tão bom numa coisa melhor para os nossos filhos”, reforça.

É assim que penso também e venho vivenciando no meu dia a dia. É como o Fábio disse: “é difícil e, ao mesmo tempo, muito fácil ser pai: a vida de transforma de uma forma tão reveladora que você para e pensa que nasceu para aquilo”.

Quem dera meu pai tivesse pensado e agido desta forma. Mas ele está perdoado, porque hoje tenho um pai que ama, que não abandona, que não me deixa só! Obrigada, Senhor, por ser um pai tão bom pra mim! 🙏🏻❤️😉

Uma loja ansiosa

Dia 338/365:

Desde que comecei este desafio com o “Obrigada, estou apenas olhando”, sinto, a cada dia que as pessoas e, principalmente, as lojas estão mais ansiosas que eu com a chegada dos 365 dias.

Hoje, fui ao salão (o Espaço da Beleza, comandado pela Joyce e pela Leticia, faz parte de uma parceria de troca de serviços que vem dando muito certo). Lá tem uma loja de roupas, a Piazzo Modas. A ideia é ótima né? A empreendedora está no lugar certo: salão de beleza está sempre repleto de mulheres e mulheres quando veem roupas….

Mas sempre que a Susiane, dona da Piazzo, me encontra pergunta: – E aí, já acabou o seu jejum? Tenho coisas lindas aqui! E, diante da minha resposta negativa, inconformada, ela questiona: – Não acabou ainda?

Eu dou risada e explico que está acabando. Mas o que as pessoas precisam entender que este desafio é mais que um ano sem compras: é um ano de muito aprendizado!

E como voltar a ser a mesma pessoa depois de tanta coisa na cabeça? Como voltar a ser a mesma pessoa depois de tanto aprendizado? Como voltar a ser a mesma pessoa depois de aprender a dominar minhas vontades e desejos em detrimento de um objetivo maior?

Outra loja que não se conforma com meu um ano sem compras é uma de lingerie: a vendedora me manda mensagem no WhatsApp todo mês, com fotos lindas dos produtos e sempre pergunta: – Já acabou? Pode comprar agora?

Entendo a vontade das lojas em vender e até agradeço a Deus por elas estarem me questionando, me procurando e me “tentando”: isso me ajuda a lembrar dos meus objetivos e me mantém longe do perigo e firme no propósito! Obrigada, Senhor! 😉

A foto da ampulheta ilustra bem a ansiedade das lojas e o meu resultado: saldo positivo! 💰💴