Uma experiência incrível

Hoje vivi uma experiência incrível. E não poderia deixar de dividir com o “Obrigada, estou apenas olhando”.

Venho acalentando o sonho de tocar bateria há algum tempo. Até estou buscando informação sobre aulas, valores e horários.

Mas sempre que vejo um baterista tocando logo imagino “não tenho coordenação motora pra fazer isso”. E sem querer, vinha sabotando a mim mesma.

Nesta tarde, acompanhando uma palestra sobre “Comportamentos e atitudes seguras no ambiente de trabalho” me deparei com a oportunidade de provar pra mim mesma que eu tenho coordenação motora pra tocar bateria!

Crenças limitantes, o palestrante falou! E eu logo me identifiquei. Mas quando ele perguntou quem queria experimentar. Não o deixei nem terminar a sua frase e já fui logo levantando a mão!

Medo de pagar um micão na frente das pessoas, coração acelerado, vergonha, quase infartei ao me sentar na atrás da bateria, de frente para a plateia…

Paciente, Cláudio Maroto, o palestrante, me ensinou o que eu tinha que fazer. A respiração foi acalmando e consegui aproveitar os meus três minutos de show! Foi incrível!

Nunca deixe ninguém e nem você mesma (o) dizer que não pode fazer alguma coisa! Aproveite todas as oportunidades de viver algo incrível! Prefira sempre uma vida extraordinária a uma vida comum.

Viva tudo que há para se viver! Deus espera isso de você: ele nos deu uma vida incrível para a vivermos em plenitude! Honre esse dom maravilhoso e seja feliz! 😉

Cláudio Maroto, obrigada pela oportunidade e por me mostrar que sou capaz!

Quando o feedback vem do inesperado…

Dia 361/365:

Hoje recebi mais um feedback positivo com o “Obrigada, estou apenas olhando” é fiquei extremamente feliz.

Por vários motivos:

1º) Eu nem imaginava que a pessoa acompanhava o blog e lia as postagens;

2º) A pessoa em questão faz parte da minha história, da minha infância. A Sonia foi minha vizinha desde sempre. Há alguns anos se mudou e agora só temos contato via facebook.

Ela já ajudou minha mãe a terminar de cozinhar o feijão (ela me contou isso), uma certa vez quando havia acabado o gás em casa e estava quase no horário que eu costumava chegar do trabalho. E minha mãe preocupada pediu ajuda pra ela.

Eu não sabia dessa história! Ela me contou faz pouco tempo e como fiquei orgulhosa da minha mãe por conta disso!

3º) Ela me mandou o recado mais fofo destacando a sua experiência com o blog e tudo que vem aprendendo. Confere só:

Cíntia querida, graças a vc estou colocando minhas contas em dia, nada de gastos!!!! Obrigada linda! (…) Cintia, acompanho desde o começo, vc me ajudou muuuuito querida!!! Tudo o que vc escreve é muito útil a todos os que querem mudanças!!! Gastar nunca mais!!!!!💰💰💰💰

É pra ficar feliz da vida, não é, gente? Nesta reta final, receber uma mensagem destas é pra dar pulos de alegria! Obrigada, Sonia, pelas suas palavras e por fazer parte da minha história!

Que Deus continue abençoando NOSSAS vidas e fazendo todo mundo feliz! 😉

Foto da Sonia fazendo tricô? Ou seria crochê? Heheh

Pare! Simplesmente, pare!

Dia 352/365:

Hoje vi uma postagem que tem tudo a ver com o que minha vida – depois do “Obrigada, estou apenas olhando” – se tornou. Calma, eu explico.

O título deste post – Pare! Simplesmente, pare! – é uma alerta para as coisas que a gente faz e precisa parar de fazer: perder tempo com gente que não te acrescenta coisa alguma; e de gastar dinheiro com qualquer bobagem.

Nós temos que parar de perder tempo com pessoas que apenas no sugam; que apenas nos mandam solicitações de amizade e, na vida real, sequer nos cumprimentam; pessoas que não estão em nossa vida para somar, e, a cada oportunidade que nos encontram, têm sempre uma palavra negativa, uma crítica destrutiva ou um olhar reprovador.

Está na hora de sacudirmos a árvore para que caiam os frutos podres e só fiquem os bons, os saborosos, aqueles que agradam os olhos e o paladar…

Pare, simplesmente, pare, de querer agradar a todos. Por mais que nos esforcemos, nunca seremos unanimidade nessa vida! E vamos combinar, tentar agradar em todo o tempo é cansativo, é desgastante!

Seja você! Melhore por você! Faça coisas por você, pela sua saúde, pela sua vida financeira! E você verá que todas as outras áreas de sua vida se encaixarão…

Sobre dinheiro? Sobre gastar com qualquer bobagem? Vocês sabem a minha opinião! Encarem o dinheiro com um fim, não um meio… É ele que vai te proporcionar a realização de sonhos e a materialização de uma vida tranquila e feliz…

Pessoas que não acrescentam e dinheiro gasto à toa foram as principais coisas que risquei da minha vida! Desde que me converti (apenas alguns meses depois, comecei este desafio: acredito que Deus começou a operar as mudanças em minha vida a partir daí), muitas pessoas se afastaram, outras eu afastei e posso garantir, sem sombra de dúvidas, que não fazem falta… E agradeço a Deus por isso!

Sobre o dinheiro? Vem sendo um aprendizado muito edificante, pra mim e para as pessoas que nos seguem e também agradeço a Deus pela oportunidade de fazer a diferença neste mundo!

Compartilhar o que venho aprendendo é fantástico! Aprendo duas vezes! Que Deus continue NOS abençoando e NOS mantendo no bom caminho, aquele que leva até o pai! Seja feliz! 😉

A foto marca um momento decisivo: quando quebrei o primeiro cartão de crédito! Heheh

Elas deixaram um legado

Dia 345/365:

Dinheiro não dá em árvore. Quando você pagar a conta, você deixa a luz acesa. Pensa que meu dinheiro é capim? Quantas vezes a gente ouviu isso durante nossa infância e adolescência, não é?

Com o “Obrigada, estou apenas olhando” venho percebendo o quanto os ensinamentos da minha mãe e minha avó deveriam ter sido apreendidos e colocados em prática.

Elas são sábias, disso a gente não duvida, mas porque será que é tão difícil ouvir, aceitar e incorporar pra vida os conselhos de nossas mães e avós?

Acredito que, no fundo, a gente finge que não escuta, mas esses aprendizados ficam enraizados. Tanto que, quando ouvimos alguma frase que elas também usavam, voltamos no tempo no mesmo instante!

Sou muito grata a Deus pela família que tenho: minha avó Benedicta, uma mulher sábia, assim como minha mãe, a Eva, pessoa incrível, alegre e feliz e que se realizava ajudando as pessoas.

Ontem jantei com minhas primas e seus esposos. A Marilza, que hoje vive na Itália, está no Brasil, junto com seu marido, o Gil. O encontro foi no apartamento da Ana Paula, do Ricardo e do pequeno Lucca que não aguentou e dormiu…

Estar com elas traz toda essa herança dos antigos para os dias atuais… Que Deus me permita honrar esse legado! Que Deus NOS permita honrar o legado de nossos pais e avós! Que eles sintam orgulho do que nos tornamos! Amém 😉

Feliz Dia dos Pais

Dia 339/365:

Hoje não é dia pra falar de gastos, economias e compras. É um dia pra comemorar: e o “Obrigada, estou apenas olhando” quer homenagear todos os papais.

Vocês sabem que a figura paterna foi uma grande ausência na minha vida, por escolha do meu pai! Ele não quis participar de nossas vidas (do meu irmão e da minha) quando se separou da minha mãe.

Mas, graças a Deus, venho aprendendo que um pai que se separa da mãe não precisa, necessariamente, se separar dos filhos também e isso vem curando as minhas feridas. 🙏🏻

E a minha homenagem vai para estes Pais que, mesmo longe do convívio familiar diário, é presente na vida dos filhos.

Fábio Chauh é o meu exemplo de pai que segue o eterno jogo de tentativa de acertos e erros. “Meu pai é um exemplo pra mim, com ele aprendi o que fazer e também o que não fazer. Com ele aprendi que por mais que as pessoas valorizem os bens materiais, ele me mostra que ser correto e ético é o melhor a fazer”, explica.

E são estes princípios que ele tenta passar pra sua filha. “Ser pai é um ciclo que se repete e se renova: a gente aproveita o que foi bom e transforma o que não foi tão bom numa coisa melhor para os nossos filhos”, reforça.

É assim que penso também e venho vivenciando no meu dia a dia. É como o Fábio disse: “é difícil e, ao mesmo tempo, muito fácil ser pai: a vida de transforma de uma forma tão reveladora que você para e pensa que nasceu para aquilo”.

Quem dera meu pai tivesse pensado e agido desta forma. Mas ele está perdoado, porque hoje tenho um pai que ama, que não abandona, que não me deixa só! Obrigada, Senhor, por ser um pai tão bom pra mim! 🙏🏻❤️😉

As pessoas ainda guardam dinheiro em casa!

Dia 315/365:

Pasmem, gente: as pessoas ainda guardam dinheiro em casa! O “Obrigada, estou apenas olhando” teve acesso a uma nova pesquisa do SPC Brasil que constatou que 25% dos poupadores preferem guardar dinheiro em casa a investir.

Outro dado divulgado pela pesquisa revelou que a Poupança ainda é a preferida por 60% dos brasileiros que possuem recursos guardados. Apenas 16% dos brasileiros conseguiram terminar o mês de maio com recursos para aplicar. Por outro lado, 46% dos poupadores resgataram dinheiro guardado.

Guardar dinheiro em casa está errado por pelo menos dois motivos: é uma opção arriscada por questões de segurança e um hábito negativo do ponto de vista da rentabilidade, uma vez que o dinheiro fica parado sem render juros.

O SPC Brasil sempre defende que “guardar dinheiro no final do mês não é um hábito comum do consumidor brasileiro”. Não concordo e não gosto deste tipo de orientação dos economistas. As pessoas não devem esperar chegar o fim do mês para guardar dinheiro.

Entre os tipos de investimento, a Caderneta de Poupança ainda é a modalidade de investimento mais conhecida pelos entrevistados: ao menos 81% das pessoas que possuem dinheiro guardado já ouviram falar a seu respeito. Em seguida aparecem os Títulos de Capitalização (48%), planos de Previdência Privada (45%), ações em bolsas de valores (39%), fundos de investimentos (33%) e o Tesouro Direto (24%).

Eu sei que as escolhas de investimento são influenciadas tanto pelo conhecimento escasso sobre as possibilidades de investir como pelo comodismo.

Não seja preguiçoso. Faça o melhor por você e sua família. Vá buscar informação sobre outras possibilidades. As oportunidades são infinitas e você só terá a ganhar se buscar conhecimento.

Faça o seu dinheiro render. Quem sabe não sobra até para você ajudar alguém que precisa! Já pensou? Que Deus te abençoe em todos os sonhos! Gente, pé de meia, a gente só faz de meia mesmo, mas sem guardar em casa hein! 😉

“Não boto o chapéu onde a mão não alcança”

Dia 287/365:

A relação com o dinheiro é uma coisa curiosa. Com o ‘Obrigada, estou apenas olhando’, a cada dia percebo que as pessoas sabem o que precisa ser feito para não cair em armadilhas de bancos, de compras por impulso e em dívidas… Mas, simplesmente, não fazem…

E a questão é por quê? Porque será que as pessoas não tomam a decisão de viver melhor e mais tranquilas, financeiramente, falando? Sim, porque ter uma vida financeira saudável é uma escolha, é uma decisão!

Hoje participei de uma palestra com o nosso educador financeiro Pedro Braggio, na Construtora Santa Angela. “Com esta ação, a Santa Angela está mostrando que se preocupa com os seus colaboradores dentro e fora da empresa”, comentou. “Se o funcionário está feliz fora da empresa, ele leva esse sentimento bom pra o seu trabalho também”, explicou o educador.

E foi muito legal ver que a simplicidade dos trabalhadores escondia uma sabedoria incrível, uma sabedoria que vem da vivência do dia a dia; dos erros e acertos e de suas escolhas…

Um dos colaboradores da empresa, seo Pedro, xará do educador, explicou que não tem dívidas. E se orgulha disso. Mas o que são dívidas? Dívida é toda conta que já venceu e você não teve condições de pagar. Ou seja, a principal característica da dívida é a inadimplência.

Casado, ele tem uma filha de 6 meses. “O dinheiro não falta”, conta orgulhoso, certo de que está fazendo o que é certo para sua família. “Temos uma pequena reserva financeira”, completa. A esposa também trabalha e, juntos, os dois salários, cobrem todas as despesas da casa e dá pra viver com tranquilidade.

O segredo do seo Pedro? Não gastar mais do que ganha. Usando de um provérbio português – “Não boto o chapéu onde a mão não alcança” – seo Pedro, sabiamente, explicou que é preciso ir até onde podemos. Ir além, muitas vezes, pode ser falta de sabedoria.

Hoje, a palestra foi do Pedro Braggio, mas acredito que até ele aprendeu muito com as pessoas que estavam ali para ouvi-lo. Eu também aprendi muito. E falei também… heheh Sabe, gente, eu não consigo ficar quieta, tenho que participar, interagir… E faz um bem danado poder ajudar.

Que Deus continue NOS dando novas oportunidades para aprender onde menos esperamos. E que possamos estar atentos aos ensinamentos e assimilá-los para o NOSSO próprio bem. Seja feliz! Vá até onde você pode. Ir além, em determinado momento, pode não ser o que Deus quer pra você. Tudo ao seu tempo. Há tempo pra tudo: tempo de plantar (planejar) e tempo de colher (comprar). Pense nisso! 😉