Consultoria express e a amiga fica feliz

Neste domingo, um bate-papo de 15 minutos, nem isso, deixou a amiga feliz e o “Obrigada, estou apenas olhando” mais ainda.

A conversa começou no hall da igreja Casa de Deus, pouco antes do culto Manhã com Deus. A Lidiane Andrade veio perguntar sobre o “Obrigada” e já emendou outra pergunta: como faço para economizar, tenho muitos sonhos e quero realizá-los.

Falei pra ela sobre o desafio de ficar um ano sem compras, sobre os aprendizados, as lições que ficaram e, principalmente, sobre o propósito de Deus na minha vida e com este blog: abençoar a vida daquele que precisam de orientação sobre finanças.

Em 15 minutos, expliquei para a Lidiane sobre:

– Guardar um valor mensal como se fosse uma conta a pagar, para manter a disciplina;

– Anotar as receitas e despesas da família e, principalmente, os gastos, todos eles, só assim a gente tem noção sobre os gastos supérfluos;

– Dividir o orçamento da família em 3 partes: 50% para despesas, 30% para compras e lazer, 20% para uma reserva financeira;

– Definir metas e traçar estratégias para chegar aos seus objetivos é a forma mais fácil de realizá-los .

Lidiane, querida, tudo é possível quando temos um propósito. Guardar dinheiro por guardar vai ficar mais difícil. Que Deus abençoe sua vida mais e mais com saúde e prosperidade.

Que Deus abençoe todos NÓS! Sempre em todo o momento e nos proteja das armadilhas das compras sem planejamento. Seja feliz! Seja em Deus! 😉

E para colocar as finanças em dia, use a fórmula 50/30/20

No dia 2 de janeiro (isso mesmo, já no segundo dia do ano), começamos a falar sobre poupar. Mas não dá pra falar em poupar, sem ter dinheiro para poupar. Para isso, você precisa ajeitar suas finanças e fazer as suas despesas caberem no seu orçamento. E o “Obrigada, estou apenas olhando” vai te ajudar nesta tarefa, que parece difícil, mas não é não: eu garanto!

Você já ouviu falar da regra de ouro das finanças pessoais, a Fórmula 50/30/20?  Quando aprendi sobre ela no ano passado, muita coisa mudou na minha vida. Assim que entendi como ela funcionava, resolvi incorporar no meu dia a dia. Mesmo porque não adianta aprender sobre algo, saber que vai melhorar a sua vida e não se apropriar dos ensinamentos e transformá-los em hábitos não é?

A Fórmula 50/20/30 chega no melhor momento de nossas vidas: ano novo! Assim dá pra você se estruturar, organizar as finanças e se planejar para viver uma relação mais harmoniosa com o dinheiro ao longo de 2019.

Para que você entenda como funciona, vamos começar com um exemplo bem simples. Vamos simular o uso da fórmula em um salário de R$ 1.500,00. Destes, R$ 200,00 foram para pagar impostos (ah, os impostos do governo heheh), sobraram R$ 1.300,00, valor líquido que será depositado na sua conta corrente e é com este valor que você vai contar.

Agora imagine que dos R$ 1.300, 00, R$ 650,00 (ou seja, os 50%) vão para pagamento dos gastos essenciais da casa (água, luz, telefone, internet, tv a cabo, condomínio, aluguel, transporte). Da outra metade do salário, você separa 30% para o momento relax da vida: passeios, compras, diversão e os 20% restante, você separa para a sua reserva mensal.

Nossa, parece que não vai dar, né? Mas tem que dar heheh Se você está gastando além disso, precisa rever os valores:  me lembro que na época que fiz as contas, troquei a operadora do celular e consegui reduzir os gastos com telefone móvel em 50%, graças a Deus.  Faça uma pesquisa com as operadoras e veja qual oferece as melhores vantagens com a menor mensalidade. Tenho certeza de que vai encontrar alguma que atenda as suas necessidades.

Apesar de ser conhecida como uma regra de ouro, ou seja, uma regra que os educadores financeiros garantem sucesso na aplicação, não é uma regra fechada. Você pode adaptá-la ao seu estilo de vida, mantendo, claro, a consciência sobre seus gastos e sobre o fato de que a poupança é fundamental para que este planejamento todo renda bons frutos no futuro!

Você vai conseguir! Junte as orientações da Fórmula 50/30/20 de hoje à planilha que divulgamos ontem e você tem as ferramentas para organizar a sua vida financeira. Aproveite esta oportunidade e vamos dormir tranquilos, sem dívidas e com dinheiro no bolso e investido. Lembre-se, eus é bom e Ele espera que você consiga viver bem em paz e prosperidade! 😉

 

Como eu era antes de você…

Amo este filme! Me lembro muito da minha mãe e isso não me entristece. Pelo contrário, me deixa em paz… Sempre choro, é claro, mas são lágrimas que lavam a alma e acalmam…

O desafio do “Obrigada, estou apenas olhando” acabou, mas, este talvez seria o título de um livro sobre esta experiência…

Como eu era antes de você… Eu era perdulária, sim! Confesso que sempre que passava no shopping para almoçar ou ir ao banco, saía com uma sacola…

O engraçado é que a sensação boa fica com a gente até chegar em casa… heheheh Depois vem a preocupação sobre como pagar e, algumas vezes, você olha para a sacola e de pergunta: porquê fiz isso?

Estou aqui lembrando de quando fazia isso… Realmente é como se passasse um filme pela minha cabeça. Lembro-me que eu NUNCA experimentava as roupas na loja… Talvez fosse para não mudar de ideia e, consequentemente, desistir da compra…

Eu gostava de comprar, do ato da compra, da sensação… E devo confessar que estou vivendo o “é agora?” E, se você está curiosa (o), fique tranquila (o)! Eu não fui às compras!

E não fui, não tive vontade, mas também tive medo… Medo de me descontrolar e, apesar de estar precisando de lingerie, vou esperar mais um pouco…

Esperar para entender todo esse turbilhão de sensações! E, com a graça de Deus, tudo vai se encaixando…. Como eu era antes de você, desafio? Não sei bem! Mas, agora, sou, divertidamente, uma mulher que para, pensa e consegue tomar a melhor decisão, graças a Deus! Seja feliz! Seja financeiramente, consciente! Sinta-se abençoado! 🙏🏻❤️😉

A foto do post mostra a alegria da personagem Louisa Clark ganhando seu presente de aniversário: as enigmáticas meias listradas! Ah as mulheres e sua paixão por roupas… hehehe

Pare! Simplesmente, pare!

Dia 352/365:

Hoje vi uma postagem que tem tudo a ver com o que minha vida – depois do “Obrigada, estou apenas olhando” – se tornou. Calma, eu explico.

O título deste post – Pare! Simplesmente, pare! – é uma alerta para as coisas que a gente faz e precisa parar de fazer: perder tempo com gente que não te acrescenta coisa alguma; e de gastar dinheiro com qualquer bobagem.

Nós temos que parar de perder tempo com pessoas que apenas no sugam; que apenas nos mandam solicitações de amizade e, na vida real, sequer nos cumprimentam; pessoas que não estão em nossa vida para somar, e, a cada oportunidade que nos encontram, têm sempre uma palavra negativa, uma crítica destrutiva ou um olhar reprovador.

Está na hora de sacudirmos a árvore para que caiam os frutos podres e só fiquem os bons, os saborosos, aqueles que agradam os olhos e o paladar…

Pare, simplesmente, pare, de querer agradar a todos. Por mais que nos esforcemos, nunca seremos unanimidade nessa vida! E vamos combinar, tentar agradar em todo o tempo é cansativo, é desgastante!

Seja você! Melhore por você! Faça coisas por você, pela sua saúde, pela sua vida financeira! E você verá que todas as outras áreas de sua vida se encaixarão…

Sobre dinheiro? Sobre gastar com qualquer bobagem? Vocês sabem a minha opinião! Encarem o dinheiro com um fim, não um meio… É ele que vai te proporcionar a realização de sonhos e a materialização de uma vida tranquila e feliz…

Pessoas que não acrescentam e dinheiro gasto à toa foram as principais coisas que risquei da minha vida! Desde que me converti (apenas alguns meses depois, comecei este desafio: acredito que Deus começou a operar as mudanças em minha vida a partir daí), muitas pessoas se afastaram, outras eu afastei e posso garantir, sem sombra de dúvidas, que não fazem falta… E agradeço a Deus por isso!

Sobre o dinheiro? Vem sendo um aprendizado muito edificante, pra mim e para as pessoas que nos seguem e também agradeço a Deus pela oportunidade de fazer a diferença neste mundo!

Compartilhar o que venho aprendendo é fantástico! Aprendo duas vezes! Que Deus continue NOS abençoando e NOS mantendo no bom caminho, aquele que leva até o pai! Seja feliz! 😉

A foto marca um momento decisivo: quando quebrei o primeiro cartão de crédito! Heheh

Pare de reclamar

Dia 346/365:

A contagem regressiva que começamos há quase um ano está chegando ao fim e, nesse tempo, com o “Obrigada, estou apenas olhando”, ouvi muita reclamação.

Além das reclamações ouvi muito desdém, piadas e senti o descrédito das pessoas (amigos ou não).

Mas hoje, quando as pessoas ouvem que estou próxima da minha meta de reserva financeira (colchão), ficam impressionadas e começam a entender o porque disso tudo.

Não tinha dívidas, pois pagava em dia as minhas contas. Mas não tinha uma reserva financeira e foi isso que me motivou a ficar um ano sem comprar as bolsas, sapatos e supérfluos que eu adorava comprar semana sim e a outra também heheheh

Mas sabe o que percebi também? As pessoas querem ter uma reserva financeira, mas não querem pagar o preço. As pessoas querem diminuir suas contas, mas não querem parar de comprar….

Aí fica difícil, né, gente? O que você acha? Como vai conseguir parar de reclamar da fatura do cartão, se você não para de comprar?

Os esforços, a dedicação e a perseverança, mesmo quando parece que não vai conseguir, precisam ser mantidos firmes.

O começo não foi fácil, mas agora, perto do fim, parece que a vida inteira fui assim e já estou pensando em continuar por mais um ano… Quem sabe!? Quem vem comigo!? Podemos trocar experiências sobre este período!

Quem sabe Deus não toca o seu coração lendo este post e você não decide me acompanhar! 😉

Um cheque (nada) especial

Dia 328/365:

Hoje fui até o banco e, ao acessar o caixa eletrônico, encontro o oferecimento de crédito. Olhei pro terminal e disse a nossa famosa frase “Obrigada, estou apenas olhando”.

Calma, não fiquei louca por conversar com a máquina hehehe mas precisei falar em voz alta para deixar bem claro pra mim mesma que não preciso disso!

Mas fico imaginando as pessoas que acabam cedendo à tentação por pura necessidade. Afinal, ninguém empresta dinheiro do banco porque é bonito.

Muitas vezes este tipo de crédito é concedido para que o cliente consiga pagar suas pendências com o próprio banco: as do cheque especial, por exemplo, ou melhor, do cheque (nada) especial!

Já falamos muito aqui que o dinheiro que está disponível em sua conta pelo cheque especial não é seu, nem meu! Não é nosso! É do banco e ele cobra muito bem por ele! Os juros ultrapassam 380% ao ano. É uma dívida que nunca terá fim, por isso, fuja dele e, consequentemente, ficará longe também dos empréstimos bancários.

Esclarecendo as coisas

Cheque Especial é o nome dado, pelo sistema financeiro brasileiro, ao crédito automático que o banco disponibiliza ao cliente caso ele necessite efetuar pagamentos ou transferências em sua conta, e não há saldo disponível.

O cheque especial é uma modalidade de crédito que permite a quem o contrata ter dinheiro rápido para cobrir eventuais débitos. Os juros cobrados são mais caros, pois o crédito fica sem movimento esperando futuras ‘emergências’ financeiras de seus clientes. Traduzindo, é uma armadilha!

Fuja dele! Talvez a expressão especial seja para fazer com que o correntista sinta-se desta forma, mas, acredito mesmo que tenha a ver com a felicidade do banqueiro heheh

Que cada vez mais possamos aprender e corrigir nossas pendências para que não precisemos disso! Que Deus continue NOS mostrando os melhores caminhos, sempre! 😉

Apenas 1 segundo

Dia 305/365:

Faltam dois meses para o fim deste desafio e tudo, com o “Obrigada, estou apenas olhando”, vem acontecendo conforme planejado, com a graça de Deus!

Mas você pode começar hoje! A sua mudança pode começar agora! Você sabia que basta apenas um segundo para mudar sua vida, seus hábitos e suas finanças?

Sim! Apenas um segundo! Milagre? Não! Eu explico!

Apenas 1 segundo é o tempo que demora para você tomar a DECISÃO de mudar qualquer coisa na sua vida que te incomode. Qualquer coisa? Sim! Qualquer coisa mesmo:

– Academia

– Emagrecer

– Guardar dinheiro

– Aprender um idioma

– Mudar de emprego

– Converter-se

Essas e tantas outras decisões que você pode tomar em apenas um segundo. É no momento de decisão que o seu destino é traçado!

Tudo começa com a sua decisão. Apenas um segundo para você decidir caminhar na direção daquilo que você quer para a sua vida!

Que tal agora? Peça inspiração de Deus. Ele vai te orientar para o seu melhor momento. Aconteceu assim comigo e posso dizer? Foi a melhor decisão que tomei na vida! Acredite, Ele está apenas esperando você buscá-lo para te inspirar a mudar a sua vida! Coloque Deus nos seus planos e desfrute de tudo de bom que vem depois! 😉

Quer que o sucesso sorria para você?

Dia 304/365:

Hoje li uma frase que rendeu inspiração para este post. O “Obrigada, estou apenas olhando” quer falar sobre sucesso e desculpas.

“O sucesso sorrirá para você quando seus sonhos forem maior que as desculpas que você inventa”. Não sei quem disse isso, ou quem foi a primeira pessoa a dizer isso, mas pouco importa, não é mesmo?

O importante é que é verdade! Quais desculpas você está usando para não botar as suas finanças em dia? Quais desculpas você continua dizendo pra si mesma (o) para não guardar dinheiro?

Ganha pouco, não sobra pra guardar? Mas aí é que está a questão, você não tem que guardar o que sobra, mas incluir o hábito de guardar dinheiro no seu planejamento.

Quando eu comecei esse desafio, já tinha vivido a experiência de guardar dinheiro para comprar um carro à vista! E consegui! Nós podemos qualquer coisa! Nós temos poder, força e determinação suficientes para realizar todos os nossos sonhos! Qual é o seu?

No início, meu plano era ter dinheiro para dar entrada em um apartamento ou fazer uma viagem internacional. Hoje não sei mais… Minha vida mudou tanto de lá para cá, que já não penso mais nisso.

Quer que o sucesso sorria para você? Faça acontecer! Mude sua vida e seus hábitos e seja feliz! Coloque em prática o que vem aprendendo, trabalhe com determinação e o sucesso vem!

Quais serão meus próximos passos, ainda não sei… Mas Deus vai revelar, disso eu tenho certeza. 😉

A sua relação com o dinheiro é emocional

Dia 299/365:

A gente já comentou isso por aqui, mas agora quem está dizendo é o CEO do Instituto Destiny (SP), mentor do Clube de Inteligência e Desenvolvimetno (CID) e master coach, Tiago Brunet.

De acordo com Tiago, as pessoas imaginam que o dinheiro delas está ligado à economia do país, ao emprego atual, ao talento nos negócios ou ainda às oportunidades da vida. Ledo engano. “Se suas emoções não estão saudáveis, seus recursos financeiros jamais irão satisfazê-lo. Se o seu emocional não está saciado, o dinheiro NUNCA cumprirá esse papel”, alerta.

Antes de pensar em ganhar dinheiro e administrar bem os nossos recursos, temos que nos preocupar com nossa saúde emocional. Você já reparou que sempre que está triste, alegre, chateada ou decepcionada com alguma coisa ou alguém, você pensa em comer ou comprar alguma coisa?

As duas coisas vão fazer mal e tirar sua paz. A compulsão por comida pode fazer com que você engorde ou seu corpo adoeça em consequência da má alimentação. Por outro lado, a compulsão por compras vai te prejudicar financeiramente e não só você, mas todos aqueles que dependem dos seus recursos financeiros: a sua família.

Ao longo da história, o dinheiro já levou a culpa por tragédias familiares, queda de governos, traições corporativas e a destruição da vida de muitas pessoas. “Precisamos nos conscientizar de que o dinheiro não é nada sem uma mente que o controle”, explica Tiago.

O autor do livro ‘Pai Rico, Pai Pobre”, Robert Kiyosaki, traz outra verdade que não podemos deixar de refletir sobre ela: “O dinheiro não é a coisa mais importante da vida. Mas afeta todas as coisas que são importantes”. Por isso precisamos ter um relacionamento saudável com o dinheiro e com o uso que fazemos dele.

O controle financeiro vai garantir que NUNCA falte, nem mesmo nos imprevistos. Você precisa ler esse livro, vamos buscar sempre novas formas de nos atualizar em nossa busca diária pela prosperidade. E quando falo prosperidade penso no todo, financeira e emocional, porque não? Ainda não comecei a ler este livro, mas vou atualizando vocês sobre os meus progressos com a leitura e dividindo com vocês o que vou aprendendo, como sempre fiz.

Que Deus continue NOS orientando e NOS abençoando em todos os momentos de nossas vidas. Que Ele nos ajude a controlar nossas emoções, evitando que façamos besteiras que possam prejudicar a nós mesmos e à nossa família. Seja em Deus! 😉

O que o Filho Pródigo pode nos ensinar sobre dinheiro

Dia 297/365:

Hoje, saiu a nova edição do jornal da igreja e meu texto sobre Educação Financeira está lá! E para a Glória de Deus, que inspirou este tema, reproduzo aqui para você também!

A regra para uma situação financeira equilibrada é gastar menos do que ganha.

Educação financeira é um assunto que podemos aprender em muitos lugares e das mais diversas formas. Mas hoje, a fonte de aprendizado é a Bíblia. Sim, você sabia que a Bíblia traz profundos ensinamentos sobre o trato com o dinheiro?

A parábola do Filho Pródigo é um bom exemplo. Esta talvez seja uma das mais conhecidas parábolas de Jesus. Ela está Evangelho de Lucas (15:11-32). Você conhece esta passagem. Mas você sabe o significado da palavra pródigo?

Pródigo significa desperdiçador, extravagante… O filho pródigo sai pelo mundo com sua herança e, depois de perder TODA a sua fortuna, volta para casa arrependido. Com esta parábola, Lucas nos faz repensar todos os erros que cometemos ao longo de nossas vidas com relação ao dinheiro.

O perigo da relação com o dinheiro não está em quanto você ganha. Claro que todos que trabalham merecem ser reconhecidos pelo seu esforço e dedicação com bons salários, mas você pode não ter uma vida financeira equilibrada por conta da forma como você gasta o seu dinheiro.

Os ensinamentos do Filho Pródigo:

– Espere em Deus: o filho pródigo não soube esperar nem o falecimento de seu pai para receber a herança. Vivemos em um mundo onde o imediatismo reina. É por isso que as compras em parcelas a cada dia aumentam. Ninguém mais tem paciência (e disciplina) para juntar dinheiro e depois comprar.

 – Valorize sua família: o filho pródigo trocou a segurança da família para se aventurar no mundo, instigado pelas riquezas. Vivemos em uma sociedade que nos avalia pelo que temos e não pelo que somos. Andamos constantemente ansiosos por questões financeiras. Estamos rodeados por propagandas que valorizam o “poder” do dinheiro.

– Deposite sua fé em Deus: imaturo e inexperiente, o filho pródigo não queria uma vida de trabalho e acreditava que a resposta para suas frustrações estava no dinheiro. Cuidado, ele depositou a sua felicidade no dinheiro.

– Faça uma reserva financeira: a extravagância fez que o filho pródigo perdesse tudo. Ele não guardou, não poupou, não economizou e não investiu. Ele não separou os 10% de Deus, gastando tudo que tinha. Não pense somente no dia de hoje.

Espero que goste! Um beijo e fique com Deus! 😉

Usei a mão da minha mãezinha para ilustrar a força do amor e do perdão!