Tenha sempre um bom motivo

Dia 353/365:

Poupar por poupar é sempre mais difícil. Este foi um dos ensinamentos que aprendi com o “Obrigada, estou apenas olhando”.

E fazendo uma retrospectiva, já vivi isso em 2012, quando decidi que iria aprender a dirigir e compraria meu carro à vista! Apesar de não saber ao certo, estava colocando em prática uma orientação de educação financeira.

Naquela época comecei a guardar 1/5 do meu salário e, e em 2015, consegui comprar o carro à vista. O meu erro foi parar de poupar quando consegui atingir meu objetivo.

Mas a vida me deu uma nova oportunidade de fazer o que é certo. Me assustei quando precisei de dinheiro para contornar um imprevisto e não tinha… E o choque me fez cair na real!

Passei a avaliar as minhas atitudes e os meus hábitos e percebi que estava fora de controle. Estudei, li muita coisa sobre o assunto e aprendi como organizar a minha vida financeira.

A meta desta vez era ter uma reserva financeira. Parar de comprar foi uma das estratégias para atingir o objetivo. E voilá, deu certo!

O desafio de não comprar acaba em 12 dias, mas a reserva financeira vai continuar ‘ad aeternum’, ou seja, para sempre! E porquê? Por que é a coisa certa a fazer. Por que é o propósito de Deus na minha vida: ter uma vida tranquila e feliz, por mim mesma…

Viver em paz e sem ansiedade por causa de dinheiro é algo que muitos desejam alcançar mas poucos conseguem. Mas eu digo que NÓS vamos conseguir!

Comece a poupar hoje mesmo! Se você ainda não tem um objetivo claro, faça por você e pela sua independência financeira: aquela tranquilidade que muitos buscam, mas só aqueles que se propõem a viver os sacrifícios é que conquistam!

Que Deus abençoe NOSSAS vidas em todos os momentos e que o Espírito Santo continue NOS inspirando a sempre tomar as melhores decisões para NÓS mesmos! Seja feliz! 😉

A foto com minha mãezinha é uma forma de agradecê-la por ser minha inspiração em muitos momentos da minha vida. Inclusive neste! Espero que ela esteja orgulhosa de mim! Te amo, mãe… Sinto sua falta! 🙏🏻❤️

Pare! Simplesmente, pare!

Dia 352/365:

Hoje vi uma postagem que tem tudo a ver com o que minha vida – depois do “Obrigada, estou apenas olhando” – se tornou. Calma, eu explico.

O título deste post – Pare! Simplesmente, pare! – é uma alerta para as coisas que a gente faz e precisa parar de fazer: perder tempo com gente que não te acrescenta coisa alguma; e de gastar dinheiro com qualquer bobagem.

Nós temos que parar de perder tempo com pessoas que apenas no sugam; que apenas nos mandam solicitações de amizade e, na vida real, sequer nos cumprimentam; pessoas que não estão em nossa vida para somar, e, a cada oportunidade que nos encontram, têm sempre uma palavra negativa, uma crítica destrutiva ou um olhar reprovador.

Está na hora de sacudirmos a árvore para que caiam os frutos podres e só fiquem os bons, os saborosos, aqueles que agradam os olhos e o paladar…

Pare, simplesmente, pare, de querer agradar a todos. Por mais que nos esforcemos, nunca seremos unanimidade nessa vida! E vamos combinar, tentar agradar em todo o tempo é cansativo, é desgastante!

Seja você! Melhore por você! Faça coisas por você, pela sua saúde, pela sua vida financeira! E você verá que todas as outras áreas de sua vida se encaixarão…

Sobre dinheiro? Sobre gastar com qualquer bobagem? Vocês sabem a minha opinião! Encarem o dinheiro com um fim, não um meio… É ele que vai te proporcionar a realização de sonhos e a materialização de uma vida tranquila e feliz…

Pessoas que não acrescentam e dinheiro gasto à toa foram as principais coisas que risquei da minha vida! Desde que me converti (apenas alguns meses depois, comecei este desafio: acredito que Deus começou a operar as mudanças em minha vida a partir daí), muitas pessoas se afastaram, outras eu afastei e posso garantir, sem sombra de dúvidas, que não fazem falta… E agradeço a Deus por isso!

Sobre o dinheiro? Vem sendo um aprendizado muito edificante, pra mim e para as pessoas que nos seguem e também agradeço a Deus pela oportunidade de fazer a diferença neste mundo!

Compartilhar o que venho aprendendo é fantástico! Aprendo duas vezes! Que Deus continue NOS abençoando e NOS mantendo no bom caminho, aquele que leva até o pai! Seja feliz! 😉

A foto marca um momento decisivo: quando quebrei o primeiro cartão de crédito! Heheh

Comemore suas vitórias

Dia 350/365:

Uia, só faltam 15 dias heheheh Quando respondo às pessoas sobre quantos dias faltam para o fim do desafio que me impus com o “Obrigada, estou apenas olhando” elas sempre comentam: “nossa, você está contando”… hehehe

Sim, estamos contando pra mostrar que o tempo está passando e que as coisas acontecem como devem acontecer, com a graça de Deus… Estamos contando pra mostrar que o desafio está sendo superado, dia a dia. Estamos contando para mostrar o caminho que estamos percorrendo para atingir o objetivo.

Estou escrevendo agora e ouvindo o pastor Paulo Oliveira, via internet. E ele diz: “o desespero abre uma nova porta na nossa vida. Mas, tenha a certeza de que com o desafio vem a recompensa”. Perfeito para este texto. Perfeito para este momento que estou vivendo. Perfeito para esta contagem regressiva…

Então, amigos, temos que contar, sim, para mostrar o tamanho da nossa vitória diante das dificuldades, diante dos problemas, diante de doenças, diante das dívidas, diante de empréstimos que não conseguimos honrar os pagamentos, diante do desemprego, diante de uma situação financeira desequilibrada…

Que Deus, NOSSO Pai possa te abençoar sempre em todos os momentos, sejam estes momentos alegres e felizes, ou tristes e preocupantes… Mas com Deus, a NOSSA certeza tem que ser de vitória. E é por isso que a cada vitória, comemore! Você está comemorando com Deus, celebrando com ele a sua confiança. Seja feliz! 😉

 

E lá se vão 34 semanas do nosso Desafio

Dia 348/365:

O Desafio das 52 Semanas para criar uma reserva financeira, lançado pelo “Obrigada, estou apenas olhando” já está na Semana 34.

E você, está participando? Se você estivesse, já teria guardado uma boa quantia. Para quem começou com apenas R$ 2,00 já teria R$1.190,00 guardados.

Você sabia que apenas R$1,00 por semana já estaria fazendo a diferença na sua vida e na sua reserva financeira? Se tivesse começado com apenas R$1,00 já teria guardado quase R$600,00 sem contar os juros (sim, eu sei que os juros da poupança não são lá essas coisas, mas ainda assim é melhor do que guardar em casa).

Mas se você começou com R$5,00 na primeira semana e conseguiu acompanhar, gradativamente, os valores, semana a semana, hoje você já teria quase R$3 mil. Legal né?

Se interessou? Você pode começar agora, aproveitando planilha disponível no link e fazer o seu próprio desafio de 52 semanas. E em agosto do ano que vem já terá quase R$ 7 mil guardado.

Uma grana que você poderá manter investida ou fazer o que quiser: trocar o celular por um modelo mais moderno, viajar, renovar o seu guarda-roupas, trocar os móveis da casa…

As possibilidades são infinitas! Aproveite as orientações de Deus. Ele poderá te ajudar, tanto a guardar dinheiro, controlando sua vontade de gastar, quanto a encontrar um propósito: Ele vem me ajudando. E vai te ajudar também! 😉

Pare de reclamar

Dia 346/365:

A contagem regressiva que começamos há quase um ano está chegando ao fim e, nesse tempo, com o “Obrigada, estou apenas olhando”, ouvi muita reclamação.

Além das reclamações ouvi muito desdém, piadas e senti o descrédito das pessoas (amigos ou não).

Mas hoje, quando as pessoas ouvem que estou próxima da minha meta de reserva financeira (colchão), ficam impressionadas e começam a entender o porque disso tudo.

Não tinha dívidas, pois pagava em dia as minhas contas. Mas não tinha uma reserva financeira e foi isso que me motivou a ficar um ano sem comprar as bolsas, sapatos e supérfluos que eu adorava comprar semana sim e a outra também heheheh

Mas sabe o que percebi também? As pessoas querem ter uma reserva financeira, mas não querem pagar o preço. As pessoas querem diminuir suas contas, mas não querem parar de comprar….

Aí fica difícil, né, gente? O que você acha? Como vai conseguir parar de reclamar da fatura do cartão, se você não para de comprar?

Os esforços, a dedicação e a perseverança, mesmo quando parece que não vai conseguir, precisam ser mantidos firmes.

O começo não foi fácil, mas agora, perto do fim, parece que a vida inteira fui assim e já estou pensando em continuar por mais um ano… Quem sabe!? Quem vem comigo!? Podemos trocar experiências sobre este período!

Quem sabe Deus não toca o seu coração lendo este post e você não decide me acompanhar! 😉

Feliz Dia dos Pais

Dia 339/365:

Hoje não é dia pra falar de gastos, economias e compras. É um dia pra comemorar: e o “Obrigada, estou apenas olhando” quer homenagear todos os papais.

Vocês sabem que a figura paterna foi uma grande ausência na minha vida, por escolha do meu pai! Ele não quis participar de nossas vidas (do meu irmão e da minha) quando se separou da minha mãe.

Mas, graças a Deus, venho aprendendo que um pai que se separa da mãe não precisa, necessariamente, se separar dos filhos também e isso vem curando as minhas feridas. 🙏🏻

E a minha homenagem vai para estes Pais que, mesmo longe do convívio familiar diário, é presente na vida dos filhos.

Fábio Chauh é o meu exemplo de pai que segue o eterno jogo de tentativa de acertos e erros. “Meu pai é um exemplo pra mim, com ele aprendi o que fazer e também o que não fazer. Com ele aprendi que por mais que as pessoas valorizem os bens materiais, ele me mostra que ser correto e ético é o melhor a fazer”, explica.

E são estes princípios que ele tenta passar pra sua filha. “Ser pai é um ciclo que se repete e se renova: a gente aproveita o que foi bom e transforma o que não foi tão bom numa coisa melhor para os nossos filhos”, reforça.

É assim que penso também e venho vivenciando no meu dia a dia. É como o Fábio disse: “é difícil e, ao mesmo tempo, muito fácil ser pai: a vida de transforma de uma forma tão reveladora que você para e pensa que nasceu para aquilo”.

Quem dera meu pai tivesse pensado e agido desta forma. Mas ele está perdoado, porque hoje tenho um pai que ama, que não abandona, que não me deixa só! Obrigada, Senhor, por ser um pai tão bom pra mim! 🙏🏻❤️😉

Uma loja ansiosa

Dia 338/365:

Desde que comecei este desafio com o “Obrigada, estou apenas olhando”, sinto, a cada dia que as pessoas e, principalmente, as lojas estão mais ansiosas que eu com a chegada dos 365 dias.

Hoje, fui ao salão (o Espaço da Beleza, comandado pela Joyce e pela Leticia, faz parte de uma parceria de troca de serviços que vem dando muito certo). Lá tem uma loja de roupas, a Piazzo Modas. A ideia é ótima né? A empreendedora está no lugar certo: salão de beleza está sempre repleto de mulheres e mulheres quando veem roupas….

Mas sempre que a Susiane, dona da Piazzo, me encontra pergunta: – E aí, já acabou o seu jejum? Tenho coisas lindas aqui! E, diante da minha resposta negativa, inconformada, ela questiona: – Não acabou ainda?

Eu dou risada e explico que está acabando. Mas o que as pessoas precisam entender que este desafio é mais que um ano sem compras: é um ano de muito aprendizado!

E como voltar a ser a mesma pessoa depois de tanta coisa na cabeça? Como voltar a ser a mesma pessoa depois de tanto aprendizado? Como voltar a ser a mesma pessoa depois de aprender a dominar minhas vontades e desejos em detrimento de um objetivo maior?

Outra loja que não se conforma com meu um ano sem compras é uma de lingerie: a vendedora me manda mensagem no WhatsApp todo mês, com fotos lindas dos produtos e sempre pergunta: – Já acabou? Pode comprar agora?

Entendo a vontade das lojas em vender e até agradeço a Deus por elas estarem me questionando, me procurando e me “tentando”: isso me ajuda a lembrar dos meus objetivos e me mantém longe do perigo e firme no propósito! Obrigada, Senhor! 😉

A foto da ampulheta ilustra bem a ansiedade das lojas e o meu resultado: saldo positivo! 💰💴