Consultoria express e a amiga fica feliz

Neste domingo, um bate-papo de 15 minutos, nem isso, deixou a amiga feliz e o “Obrigada, estou apenas olhando” mais ainda.

A conversa começou no hall da igreja Casa de Deus, pouco antes do culto Manhã com Deus. A Lidiane Andrade veio perguntar sobre o “Obrigada” e já emendou outra pergunta: como faço para economizar, tenho muitos sonhos e quero realizá-los.

Falei pra ela sobre o desafio de ficar um ano sem compras, sobre os aprendizados, as lições que ficaram e, principalmente, sobre o propósito de Deus na minha vida e com este blog: abençoar a vida daquele que precisam de orientação sobre finanças.

Em 15 minutos, expliquei para a Lidiane sobre:

– Guardar um valor mensal como se fosse uma conta a pagar, para manter a disciplina;

– Anotar as receitas e despesas da família e, principalmente, os gastos, todos eles, só assim a gente tem noção sobre os gastos supérfluos;

– Dividir o orçamento da família em 3 partes: 50% para despesas, 30% para compras e lazer, 20% para uma reserva financeira;

– Definir metas e traçar estratégias para chegar aos seus objetivos é a forma mais fácil de realizá-los .

Lidiane, querida, tudo é possível quando temos um propósito. Guardar dinheiro por guardar vai ficar mais difícil. Que Deus abençoe sua vida mais e mais com saúde e prosperidade.

Que Deus abençoe todos NÓS! Sempre em todo o momento e nos proteja das armadilhas das compras sem planejamento. Seja feliz! Seja em Deus! 😉

Como criar bons hábitos financeiros

Dia 164/365:

“O que você pode mudar nos seus hábitos financeiros?” Esta pergunta me deixou pensando no quanto o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ não só mudou meus hábitos financeiros, mas minha vida como um todo.

Todos temos bons e maus hábitos. E, assim como agimos com nossas virtudes e defeitos, temos que exaltar o que é bom, enquanto abafamos e neutralizamos o que é ruim. Antes de começarmos este debate, sobre bons e maus, vamos analisar… Hábitos são repetições de comportamentos que o nosso cérebro assimila, criando um processo de aprendizado interno.

Isso significa dizer que, com o tempo, paramos de pensar em fazer as coisas, para realizá-las inconscientemente, como beber água, comer, trabalhar… A ciência explica que isso acontece para que o cérebro poupe esforços tornando estas ações em ações automáticas.

Será que era isso que acontecia comigo? Já estava enraizado que as idas ao shopping, tinham que incluir sair de lá com uma sacola… Independente da loja…

Como criar bons hábitos…

Se você está endividado, o seu objetivo é acabar com as dívidas. Então, direcione seus esforços para isso. Lembra como tudo isso começou? Meu problema não era por conta de dívidas, mas pela falta de uma reserva financeira. E foquei nisso! Como conseguiria poupar? Parando de gastar e foi aí que surgiu o desafio deste #UmAnoSemCompras.

Não comprar foi a minha melhor decisão nestes últimos 5 meses… Tive que fazer escolhas e consegui substituir aquele padrão repetitivo de passeios no shopping e compras por poupar.

Guardar dinheiro foi o objetivo. No começo foi difícil, não sobrava, até que me toquei que não tinha que esperar sobrar, tinha que definir um valor e pronto. Hoje, o percentual que vai para a reserva financeira é de quase 30% da minha renda, pois, guardar dinheiro se transformou no meu foco. Virou desafio mesmo, ponto de honra. Aquela coisa que tenho que fazer! E comemoro a cada mês… E vem dando certo. Importante comemorarmos nossas pequenas vitórias.

Fiz algumas mudanças também como trocar  a operadora do celular, reduzindo pela metade o valor mensal. Defini um valor limite para as compras no supermercado e passei a comprar à vista, no débito. E, quando compro em dinheiro, peço desconto, sempre! Apesar do limite do cartão de crédito, defini um próprio e a ideia é nunca atingir este limite.

Acredito que hoje meu cérebro já trabalha nesta direção: eu posso, eu quero, eu consigo! Temos que eliminar as crenças que nos limitam, algo do tipo: ‘você não vai conseguir’, ‘ganho pouco’, ‘não mereço’ e por aí vai…

Em resumo… 

  • Comece devagar e escolha um novo comportamento por vez.
  • Defina metas de curto, médio e longo prazo.
  • Crie estímulos que motivem seu processo de mudança.
  • Adote um novo estilo de vida.
  • Tenha menos dinheiro na carteira.
  • Pare de comprar por impulso.
  • Defina prioridades para seu dinheiro.
  • Pague à vista e peça desconto.

Espero que o meu aprendizado sirva de alguma forma para você. Que você encontre nestas histórias diárias um impulso para fazer a sua própria história. Que você prospere e seja feliz! Encontre o seu caminho e faça dele o desafio da sua vida, mas mantenha Deus no centro de tudo: deixe Ele te guiar, te inspirar e te orientar em quais oportunidades aproveitar. Que Ele NOS abençoe e NOS proteja sempre em todos os momentos. 😉

5 hábitos para prosperar financeiramente

Dia 160/365:

Ah, a prosperidade. Você já deve ter desejado prosperidade para a sua vida. Mas hoje o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ vai te ajudar a conquistá-la.

Este é um desejo constante de homens e mulheres desde que o mundo é mundo! Mas, prosperidade financeira é resultado de bons hábitos, tanto com relação às finanças, quanto com relação às nossas próprias emoções.

Assim, a prosperidade financeira é resultado de um conjunto de habilidades, leis espirituais, hábitos e inteligência financeira. Tudo junto e misturado compactuando para que você atinja seus objetivos.

Você sabia que todos têm um potencial de abundância prestes a ser explorado? Esse potencial está intimamente ligado às nossas emoções, ou melhor, à educação de nossas emoções, ou seja, ao domínio de nossos sentimentos, vontades ou impulsos.

Gerir nossas emoções, aliando a pequenas mudanças de hábitos, com certeza, vão te aproximar mais da prosperidade, não só financeira, mas da vida como um todo. Para ter bons resultados:

1- Tenha um propósito: ter um objetivo torna as coisas muito mais fáceis. Se ainda não sabe, descubra o mais rápido possível o que quer, o que deseja para a sua vida e o seu futuro. Viajar, adquirir bens como carros, casas, estudar… Vale tudo, desde que seja pro bem, claro!

2- Defina prioridades: quando você deixa de ir à balada com os amigos e escolhe não gastar para poder realizar o seu sonho de viajar à Europa, por exemplo, você está dando prioridade para os seus objetivos. Não que você não gosta dos amigos ou de estar na presença deles. Mas precisamos focar em  nossos objetivos.

3- Saiba exatamente quanto gasta por mês: mais importante do que ganhar um ótimo salário (isso é muito bom, diga-se de passagem) é saber quanto e como está gastando. Anote tudo e avalie semanalmente, mensalmente. Uma forma de incluir alguns gastos no seu dia a dia como cafés, almoços fora de casa é definir um valor para estes pequenos prazeres.

4- Aprenda a dizer não: vamos falar mais sobre isso quem sabe amanhã. Vai ser um post especial sobre isso. Vamos conversar com um mestre no assunto e trago para logo, logo. Mas para despertar a curiosidade, temos que aprender a dizer não para as coisas que não temos condições de bancar. Pense nisso.

5- Pesquise antes de comprar: aqui acrescentaria também parar e pensar. Quando for comprar, pare, pense e avalie se precisa mesmo daquele produto ou só está comprando por impulso. Pergunte-se com o que vai usar (no caso de roupa, bolsa ou sapatos) e em que ocasiões, isso ajuda a rever a compra. Mas não tome a decisão sem antes pesquisar o menor preço e as melhores condições: lembre-se também de pagar à vista e pedir desconto. Sempre desconto.

É tão engraçado como os textos ganham vida própria. Comecei falando sobre prosperidade, passei pelo domínio da vontade e terminamos falando em comprar à vista. Sempre vou defender a compra à vista e o uso racional do cartão de crédito. Lembre-se o dinheiro do cartão de crédito não é seu, por mais que você acredite que é… Você está apenas ‘tomando’ emprestado e o banco cobra muuuuuito por isso!

Que Deus continue NOS oferecendo sempre as melhores oportunidades de aprender, de crescer e de NOS desenvolver. Peça sempre a orientação dEle, que sabe o melhor para todos nós! Que Ele continue NOS abençoando e NOS livrando de todo o mal. 😉