Consultoria express e a amiga fica feliz

Neste domingo, um bate-papo de 15 minutos, nem isso, deixou a amiga feliz e o “Obrigada, estou apenas olhando” mais ainda.

A conversa começou no hall da igreja Casa de Deus, pouco antes do culto Manhã com Deus. A Lidiane Andrade veio perguntar sobre o “Obrigada” e já emendou outra pergunta: como faço para economizar, tenho muitos sonhos e quero realizá-los.

Falei pra ela sobre o desafio de ficar um ano sem compras, sobre os aprendizados, as lições que ficaram e, principalmente, sobre o propósito de Deus na minha vida e com este blog: abençoar a vida daquele que precisam de orientação sobre finanças.

Em 15 minutos, expliquei para a Lidiane sobre:

– Guardar um valor mensal como se fosse uma conta a pagar, para manter a disciplina;

– Anotar as receitas e despesas da família e, principalmente, os gastos, todos eles, só assim a gente tem noção sobre os gastos supérfluos;

– Dividir o orçamento da família em 3 partes: 50% para despesas, 30% para compras e lazer, 20% para uma reserva financeira;

– Definir metas e traçar estratégias para chegar aos seus objetivos é a forma mais fácil de realizá-los .

Lidiane, querida, tudo é possível quando temos um propósito. Guardar dinheiro por guardar vai ficar mais difícil. Que Deus abençoe sua vida mais e mais com saúde e prosperidade.

Que Deus abençoe todos NÓS! Sempre em todo o momento e nos proteja das armadilhas das compras sem planejamento. Seja feliz! Seja em Deus! 😉

Ser ou ter?

Dia 10/365:

Ontem, meu amigo Éder, olhou pra mim e me perguntou se eu havia emagrecido. Estampei aquele sorriso de satisfação no rosto e respondi: “Verdade, parece que emagreci?”. E ele: “Sim, parece sim. Você está diferente”.

E aí a satisfação foi maior ainda ao responder: “Sim, estou diferente. Mas é Deus na minha vida”. Contei a ele que havia me convertido e que estava muito feliz! E desde então, aquela afirmação  de que estou diferente ficou martelando na minha cabeça. Quem somos nós?

Somos as bolsas de marca, sapatos das mais diversas cores e modelos, roupas da nova coleção que temos abarrotando nossos armários? Ou somos a filha, a mãe, a irmã, a amiga, a profissional, a cristã…

A sua felicidade está no que você compra ou no que você é, faz e acredita? Sempre tive muita fé e, desde maio deste ano, venho experimentando esta fé de uma maneira totalmente diferente. Sentindo Deus falando comigo de uma forma toda especial. Sentindo a presença do Espírito Santo me abençoando e me inspirando. Acredito que este texto é fruto desta inspiração. Aliás, a ideia deste blog é fruto desta inspiração.

Mas você deve estar pensando, este blog não é sobre meus 365 dias sem compras. Por que ela está falando em Deus? Por que Deus tem tudo a ver com a minha mudança. Deus tem tudo a ver com este propósito de mudar de vida e ser uma pessoa melhor a cada dia. Melhor amiga, melhor profissional, melhor companheira, melhor serva de Deus, melhor…

Temos que vigiar, pois, o mundo nos confunde ao pregar que consumo é promessa de felicidade. O ter é um prazer momentâneo, tão efêmero que nem nos damos conta quando ele se esvai. Ontem, enquanto arrumava meus armários e pensava na compra daquelas roupas, sapatos e bolsas me dei conta de que comprar me dava mais prazer do ter aqueles objetos. Por isso sempre fui mão aberta e doava as roupas que comprava com facilidade. E por quê, doava? Para poder comprar mais! Resolvida a questão! Uma resposta que veio agora, ao parar para revistar o texto.

Por isso que vou focar esta fase de um ano em ser. Por que o ser é eterno. O ser nos aproxima de Deus. O ser é que nos abre novos caminhos, novas oportunidades, novas portas, nos aproxima de pessoas maravilhosas. O ser nos permite ser feliz todo o tempo.  Que Deus NOS ajude.