Medo de investir? Eu também tinha!

A gente sabe que o medo atrapalha em muito a vida das pessoas. Medo de dirigir, medo do escuro, medo de água, medo de investir… Eu tinha todos estes, mas aos poucos fui superando um a um e o “Obrigada, estou apenas olhando” tem sido minha testemunha. Matricule-se numa auto-escola, deixe sempre uma mini-lanterna perto da cama, vá aprender a nadar e, principalmente, vá estudar sobre finanças pessoais e investimentos.

Mas de todos eles, acho que o medo de investir é um dos mais perigosos, ele impede as pessoas de alçar novos voos e conquistar novos objetivos financeiros. A máxima de que a caderneta de poupança é segura é verdadeira, mas de que adianta ser seguro, se o rendimento é mínimo, como se estivesse parado?

Então, deixe de lado estes fantasmas e mitos que estão te impedindo de crescer. Na XP Investimentos, por exemplo, os perfis de investidor giram em torno de três: conservador, moderado e agressivo. Então, deixe de perder dinheiro sendo conservador e seja mais agressivo! Ouse mais e colha os frutos desta mudança de atitude.

Nós não tivemos educação financeira nas escolas e, por isso, temos que estudar por conta própria. Vale lembrar que em tempos de taxa Selic baixa e tantas mudanças na economia, é preciso saber investir bem para não perder oportunidades e fazer o dinheiro render bem. As denominações para os diferentes perfis vão de acordo com a relação entre risco e retorno que o investidor quer assumir.  Quer entender um pouco mais? Dá só uma olhadinha:

1: Estude sobre finanças pessoais: quebre este tabu na sua vida e vá estudar sobre o assunto: sites, blogs de corretoras de valores, cursos de educação financeira podem te ajudar a entender melhor este universo. E não se culpe não, a gente não teve esse ensinamento nas escolas, a culpa não é sua!

2: O mercado financeiro: você vai aprender que o mercado financeiro leva sempre em conta 3 aspectos principais: risco, retorno e liquidez. O investidor deve sempre pensar nessas 3 palavras antes de tomar uma decisão de como investir seu dinheiro.

3: Invista todo mês: separe todo mês um valor, religiosamente, para investir. Se você ainda não sente segurança para investir sozinho, comece com quantias pequenas, mas não deixe que a inércia tome conta de você.

4: Corretora de Valores: abra uma conta numa corretora de valores: existem um monte hoje em dia: XP Investimentos, na minha cidade, ela é representada pela iTrade Investimentos; Modal, Clear; Easyinvest; entre outras…

5: Estabeleça metas: qual seu objetivo? Comprar um carro novo, uma casa, viajar o mundo, se aposentar? Você pode qualquer coisa!

Que Deus nos inspire e oriente pelos caminhos dos investimentos e segure nossos cartões de crédito dentro da carteira! Amém!

Enquanto isso, na sala Dow Jones…

Dia 181/365:

O ‘Obrigada, estou apenas olhando’ está ousando mais… Já explicamos muito sobre como economizar, como poupar e como montar uma reserva financeira. Estamos incentivando compras à vista, desafios e, mais que tudo isso, incentivamos uma mudança de vida. Mas hoje fui buscar mais…

Da janela da sala Dow Jones, do alto do 17º andar, (para quem nunca ouviu falar, Dow Jones é um dos principais índices de ações da Bolsa de Nova York) era possível vislumbrar a nossa linda Serra do Japi, pequeninos homens e mulheres andando apressados na rua, além de carros e caminhões passando na Rodovia Anhanguera. Fiquei tão deslumbrada com a vista que esqueci de fazer uma foto. Mas posso garantir que aproveitei o momento de contemplação…

Gostei do nome da sala. Tudo muito limpo, arrumado e clean, como devem ser os escritórios, tudo muito elegante e sóbrio, com a cara das pessoas que devem frequentar aquele lugar. Observei cada detalhe que transmitia segurança e seriedade.

Depois de compartilhar o deslumbramento com o rapaz que me atendeu, entra na sala aquele que teve a ideia de criar tudo aquilo e, com ele, um notebook com muitos números, siglas e  expressões estranhas. Foram quase duas horas de bate-papo: no princípio timidez, mas depois de um tempo vem à tona a jornalista curiosa e milhões de perguntas surgem na cabeça… Não deu tempo de tirar todas as dúvidas.

Acredito que vou ter que conversar um pouco mais… É um mundo completamente diferente, no qual números se transformam em cifras, gráficos que podem nos fazer rir ou chorar e valores que vão além da minha compreensão.

Foi uma experiência fantástica. Me senti uma mulher de negócios, apesar das dúvidas que ainda pairam sobre a minha cabeça. Não sobre O QUE FAZER,  mas se DEVO FAZER… Sempre fui muito conservadora, então, esse momento foi um importante passo rumo ao crescimento pessoal.

Como se eu fosse uma menininha num mundo de gigantes. Mas sei que posso caminhar entre estes grandes homens e mulheres que movimentam milhões. Mesmo com a minha pequenez, tenho o direito de estar lá também.

Obrigada, Leopoldo e Márcio por me fazerem me sentir em casa. No final estava tão à vontade que derrubei a garrafa de água na mesa (coisas de uma pessoa beeeeeem atrapalhada) e quase molha o computador hehehe. Sei de alguém que ao ler isso deve estar pensando: ‘só você mesmo’ heheh

Fico encantada com a forma como a minha vida mudou de 2017 para cá. Do início deste desafio até agora. Quem diria que um dia eu estaria na sala Dow Jones, da iTrade, um representante da XP Investimentos em Jundiaí?

A gente não sabe mesmo de todas as coisas… Só vamos vivendo, mas com a certeza de que temos um Deus que cuida de tudo para NÓS. E só tenho a agradecer a Ele por tudo que tem feito por mim: as melhores escolhas, as melhores oportunidades, afastando pessoas que não me merecem e trazendo outras de bem para ajudar a crescer.

Tenha esta certeza também. Confie Nele e tudo mais virá por acréscimo. Ele garante e eu sou testemunha! 😉