E vamos voltar a trabalhar o expediente todo

Dia 302/365:

Acabou pra Seleção Brasileira! Não acabou pro Brasil! Não acabou pra mim e nem pra você! O “Obrigada, estou apenas olhando” não poderia deixar de falar sobre isso.

Agora, nas redes sociais, pipocam críticas e mais críticas, à seleção, aos jogadores, ao técnico… Até aí ok, a gente precisa botar pra fora a indignação, pois o sonho era ser hexa!

O que a gente precisa parar de fazer é confundir as coisas. Pois tem gente que critica quem torce, quem vibra pela seleção, quem fica feliz com a vitória e quem fica triste com a derrota! E fazem isso pra criticar o país, os nossos governantes… Ah gente, isso dá uma canseira, não é?

Chega de misturar tudo: futebol com política, economia e corrupção. Uma coisa não tem nada a ver com a outra! Torcemos para a Seleção Brasileira porque somos brasileiros, simples assim!

Se você está indignado com o país, a política, a economia, a corrupção, Lava Jato, PT, PSDB, MDB e afins, demonstre isso nas urnas em outubro: é o momento certo, é a sua oportunidade de protestar.

Somos um país lindo, com os melhores torcedores, aqueles que acreditam e honram a torcida até o fim. A Seleção Brasileira nem tanto: o que vimos em campo com o jogo contra a Bélgica deixa muito claro que os jogadores não têm estrutura emocional para superar as adversidades e que depender do individualismo não ganha jogo! Não hoje em dia, com o profissionalismo do futebol mundial.

Infelizmente, a seleção brasileira não amedronta mais as demais seleções e o individualismo não ganha mais os jogos. Precisamos mais! Somos a única seleção pentacampeã e que venha 2022.

Outra coisa, nossos jogadores não são meninos. Precisamos parar com isso, parar com esse mimimi! Eles podem até ser craques, mas pensam mais no próprio desempenho do que na camisa amarela!

Mas valeu Tite! Valeu, jogadores! Chegamos onde conseguimos com o futebol que apresentamos e os erros que sempre cometemos.

Agora, voltemos a trabalhar o expediente todo, nos preocupar em pagar nossas contas e poupar dinheiro! Que Deus continue NOS orientando e NOS protegendo em todos os momentos! Com futebol ou não… 😉

A foto do post é do meu amigo Theo Saad que está em sua 5ª Copa do Mundo. Torcedor que acredita não apenas na seleção brasileira, mas no espetáculo, no futebol… No bom futebol! Obrigada Theo, pela autorização da foto! Ele é o primeiro à esquerda. 😉 🇧🇷

Crenças sobre o dinheiro

Dia 213/365:

Quantas frases ouvimos ao longo da nossa vida sobre o dinheiro. Ouvi algumas dessas quando era criança e, quando ditas por adultos (que teoricamente, são as pessoas que sabem tudo, na visão de uma criança) passam a ser incorporadas como verdades. E hoje, o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ vai derrubar algumas delas.

Lembro bem que minha avó separava o dinheiro que meu avô trazia para as contas: isso é para mercado, isso é para pagar as contas de água e luz, isso é para a igreja. Sim, meus avós, devolviam o dízimo. Ela dizia: ‘10% é de Deus, foi Ele que nos deu tudo que temos’. Mesmo sem entender a grandeza do que aquilo significava, eu respeitava.

Ontem, a aula na Escola Bíblica foi sobre dízimo e sua importância. E a professora deixou muito claro: “este é um assunto sério e faz parte da intimidade entre você e Deus”. Sim, eu acredito muito nisso. Já tive uma experiência com dízimo, já recebi um milagre por ser fiel dizimista.

E uma das primeiras crenças que precisam cair por terra é exatamente sobre o dízimo: se você devolver o dízimo não vai lhe faltar! Muita gente tem medo de ser dizimista por acreditar que o dinheiro que ela está devolvendo vai faltar no seu orçamento. Não vai! Vai sobrar… Sou testemunha disso. Não tenha medo de viver o sobrenatural de Deus com medo de passar necessidades. Você acredita que Deus, vendo a sua fidelidade, vai deixar lhe faltar alguma coisa? Ou à sua família? Faça esta experiência. Tente, desapegue, seja generoso.

O dinheiro não traz felicidade é outra crença que precisa ser quebrada. Muita gente brinca, que ele não traz felicidade, ele manda buscar. Antes de mais nada você tem que definir ao que a sua felicidade está atrelada: às coisas que você tem (casa, carro, smartphone?). Neste sentido, o dinheiro será um meio para você alcançar tudo isso. E por conta disso, o dinheiro nos dá poder de escolha, de ter algo que queremos. Mas o dinheiro também pode lhe proporcionar felicidade associada à sua saúde, viagens, aproveitar a vida com os amigos e familiares…   Ele sempre será um meio. E ele traz felicidade, sim. Basta você saber relacionar-se bem com ele. E não tenha medo de dizer isso. Não se limite!

O dinheiro não cresce em árvores: minha mãe dizia isso para gente não gastar à toa. Mas, essa frase mostra o quão difícil e penoso pode ser ganhar dinheiro. E não deve ser assim. Para termos abundância, o correto seria alterar essa frase para ‘o dinheiro cresce como uma árvore’. Claro, você planta uma semente (aprende a poupar), faz a árvore crescer (investindo o seu dinheiro) e, com o tempo é possível colher os frutos (ou os resultados dos seus investimentos). Da próxima vez que for falar: ‘não posso comprar isso’,  pense “o que preciso fazer para comprar isso”. Assim, vai ficar mais fácil conquistar o que você almeja.

O dinheiro é sujo/corrupto: isso a gente vem vivendo nos últimos dias e muita gente associa a corrupção ao dinheiro. Mas corrupção não tem a ver com o dinheiro, tem a ver com caráter. Não é o dinheiro que é corrupto, as pessoas é que são. São as pessoas que fazem mal uso do dinheiro. Esqueça isso e veja o dinheiro como um meio para conquistar o que você precisa. Como? Trabalhando, ganhando seu salário honestamente, poupando, investindo e planejando.

Espero que você pare um pouco para pensar nestas frases e comece a transformar esses conceitos que podem estar arraigados aí dentro de você. Na sexta-feira foi dia de pagar as contas do mês. E vocês se lembram que me encontrei com o Pedro Braggio né? Quando comentei isso com ele, ele me disse: “Não sofra por pagar suas contas. Pegue seus boletos dê um beijinho neles e diga: obrigada pela oportunidade de pagar minhas contas”. E foi assim que fiz. Há algum tempo  não sofro mais para pagar as contas, pois sei que vou pagar tudo, vou separar o valor dízimo, o do colchão financeiro e vai sobrar!

E Deus está em tudo isso, gente. Ele está em nosso trabalho (sustento para os nossos dias), Ele está em nosso salário (fruto do trabalho e meio para conquistarmos nossos sonhos). Seja íntimo Dele e agradeça por conseguir fazer com que o dinheiro dure mais que três dias. Que Ele continue NOS abençoando, NOS protegendo e NOS orientando em todas as decisões de NOSSAS vidas, em todos os momentos. 😉

A era da inversão de valores

Dia 210/365:

Estamos vivendo tempos difíceis. Mas parece que os acontecimentos de hoje na política (ou seria polícia?) estão desanuviando um pouco as coisas e trazendo esperança para o povo brasileiro. Diante da notícia da prisão do ex-presidente, não tem como o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ não falar sobre isso.

E acredito que muita gente está feliz com esta decisão, assim como tem muita gente descontente… E por conta disso, gostaria de falar sobre a inversão de valores. Mas não sobre política, mas sobre o ser humano. Vivemos uma geração em que os valores éticos, morais e sociais são completamente antagônicos aos valores da geração anterior. A cada dia, o que era certo parece tornar-se errado e o errado parece tornar-se certo e vira moda.

Você já percebeu que quando uma pessoa se esforça para ser alguém mais bondoso e sensível, não demora para ela ser taxada de tola, ingênua… O que deveria ser absolutamente o contrário, esta pessoa deveria ser exaltada, admirada e imitada. Mas hoje, as pessoas admiram aqueles que quebram as regras, desrespeitam as normas.

Acredito que o rumo da nossa política chega ao dia de hoje, com a decretação de prisão de um ex-presidente da República, por conta de tudo isso: a inversão de valores. No Brasil, a corrupção não é um crime cometido pelo partido A ou B, ela está generalizada. E chegou ao ponto que chegou porque, se de um lado o poder corrompe, por outro, o ser humano é falho.

Gente, estamos mudando a história do Brasil. A ordem do juiz Sérgio Moro nos dá esperança. Depois da Operação Lava-Jato, nunca tantos poderosos haviam sido presos. Sinal dos tempos de mudança que parece que vieram para ficar. Depois de hoje, vem mais gente por aí… A Operação Lava-Jato está passando o Brasil a limpo: chega de falsos moralistas e de falsos heróis. Chega de exaltar que o Brasil é um país em que tudo pode, afinal a lei é igual para todos.

Nosso país não merece isso. E tenho certeza de que Deus está cuidando da gente, colocando os pingos nos is, fazendo as verdades aparecerem. Que Deus proteja os 6 que votaram ontem contra o habeas corpus e também ao juiz Sérgio Moro, para que ele possa continuar fazendo o seu trabalho que não é fácil. Mas vem muita luta por aí… Mas Deus é bom demais. Viva a justiça! Obrigada, Senhor! 😉