Pare de reclamar; comece a agradecer

Dia 234/365:

Hoje, o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ vai te lembrar da importância de agradecer por tudo que você tem. Mas, mais importante ainda do que agradecer é parar de reclamar.

Você sabia que a queixa leva você a andar para atrás e a gratidão atrai prosperidade e abundância para a sua vida? Claro que sabia. Quem não sabe disso? Mas a gente se esquece.

Hoje, na igreja, ouvi sobre isso e o destaque foi para as lamentações das pessoas. “Quanto mais a gente reclama, mais a gente anda para atrás”, disse o pastor, lembrando sobre o povo de Israel viveu 40 anos no deserto, andando em círculos, praticamente, por conta das reclamações, maledicências e falta de fé.

Você já percebeu quanta coisa boa tem na sua vida e esquece de agradecer? Nós temos casa para morar, emprego, saúde, estamos conseguindo fazer uma poupança… Mas insistimos em focar naquilo que nos falta: o celular mais moderno, carro novo, roupa nova, um salário maior e por aí vai…

Estudiosos do assunto dizem que a abundância em nossa vida precisa e deve ser exercitada. Pensamentos positivos são importantes para atrair coisas boas. Preste atenção ao que você diz e naquilo que você pensa, pois tudo o que mantemos o foco é expandido em nossas vidas. Então, vamos avaliar onde está o NOSSO foco: na abundância que você quer pra sua vida, na gratidão pelo que você tem, ou na falta de dinheiro, no desemprego, na economia ou política brasileira?

Quando somos gratos por aquilo que temos e somos, nos abrimos para receber mais. Quando agradecemos a Deus tudo que Ele proporciona em nossas vidas, Ele fica feliz com esta atitude e NOS abençoa ainda mais.

Sinta-se merecedor das coisas boas e desenvolva a autoestima. Você merece ter uma vida produtiva e próspera. Merece ter um emprego bom e um ótimo salário. Merece ter os filhos na faculdade e uma bela casa.

Com o tempo de descanso que temos no domingo, fica fácil fazer estas avaliações. A coisa boa é que temos amanhã e terça como emenda do feriadão para continuar com estas reflexões.

Outra atitude que você pode exercitar na sua vida é o pensamento positivo a respeito do dinheiro. Chega de carregar as ideias ou as frases negativas que você ouviu quando era criança. Chega! Crie seus próprios pensamentos. Parafraseando o meu amigo e educador financeiro Pedro Braggio: “Dinheiro é bom e eu gosto”. Transforme o título do livro do Pedro em mantra para a sua vida e veja tudo ao seu redor se transformar.

Seja perseverante. Continue acreditando que é possível e faça acontecer. E veja sua vida se transformar a partir do hábito de parar de reclamar e começar a agradecer a Deus tudo que você é, tem e conquistou. Visualize e agradeça também a vida que você quer. Converse com Deus sobre isso… Ele vai te responder. Seja em Deus! Seja feliz! Seja próspero! Seja grato! 😉

Finanças? Está na hora de acordar!

Dia 212/365:

Como prometi, queria falar um pouco sobre o livro “Dinheiro é bom e eu gosto”, que o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ ganhou do Pedro Braggio.

Como eu já comentei aqui, o Pedro é uma das pessoas mais educadas que conheço e mesmo pra dar bronca ele o faz com muita delicadeza. Eu tomei várias hehehe Mas o segundo capítulo do livro dele me chamou a atenção. Fala sobre acordar para a situação que você está vivendo.

Se você gasta mais do que ganha, não guarda dinheiro, não controla suas finanças e chega ao fim do mês sem um centavo e ainda pensa: “puxa, a conta fechou este mês, então tá tudo bem”, você é um iludido!

“De nada adianta ter algo impactante, se não for usual; belo, se não for útil; erudito se não for esclarecedor”, sinaliza Pedro. De que adianta comprar uma roupa (por impulso) e deixá-la guardada porque nem se lembra o motivo que a fez comprar? De que adianta passar horas para comprar um novo modelo de smartphone se você liga a cobrar?

Em tempos midiáticos, de Facebook e Instagram, onde todos são felizes e fazem questão de mostrar essa satisfação com tudo que são e tem, três comportamentos podem ser identificados como nocivos à sua saúde financeira: ostentação, comparação e ansiedade.

Clique aqui e baixe o Capítulo 2 em pdf: você vai gostar. Ele fala sobre a questão da imagem que temos de nós mesmos e dos outros e ainda questiona sobre a mania das pessoas se compararem umas às outras e o quanto isso é prejudicial.

E se você gostar, acesse  este link, o livro pode te ajudar, assim como fazer o curso com ele me ajudou. Eu garanto que você vai gostar. Tá vendo! Mais uma oportunidade que Deus nos dá pra mudar: faça algo pela sua vida e pela sua situação financeira. Dê o primeiro passo: Ele está sinalizando pra você que é possível. Basta querer! 😉