Uma experiência incrível

Hoje vivi uma experiência incrível. E não poderia deixar de dividir com o “Obrigada, estou apenas olhando”.

Venho acalentando o sonho de tocar bateria há algum tempo. Até estou buscando informação sobre aulas, valores e horários.

Mas sempre que vejo um baterista tocando logo imagino “não tenho coordenação motora pra fazer isso”. E sem querer, vinha sabotando a mim mesma.

Nesta tarde, acompanhando uma palestra sobre “Comportamentos e atitudes seguras no ambiente de trabalho” me deparei com a oportunidade de provar pra mim mesma que eu tenho coordenação motora pra tocar bateria!

Crenças limitantes, o palestrante falou! E eu logo me identifiquei. Mas quando ele perguntou quem queria experimentar. Não o deixei nem terminar a sua frase e já fui logo levantando a mão!

Medo de pagar um micão na frente das pessoas, coração acelerado, vergonha, quase infartei ao me sentar na atrás da bateria, de frente para a plateia…

Paciente, Cláudio Maroto, o palestrante, me ensinou o que eu tinha que fazer. A respiração foi acalmando e consegui aproveitar os meus três minutos de show! Foi incrível!

Nunca deixe ninguém e nem você mesma (o) dizer que não pode fazer alguma coisa! Aproveite todas as oportunidades de viver algo incrível! Prefira sempre uma vida extraordinária a uma vida comum.

Viva tudo que há para se viver! Deus espera isso de você: ele nos deu uma vida incrível para a vivermos em plenitude! Honre esse dom maravilhoso e seja feliz! 😉

Cláudio Maroto, obrigada pela oportunidade e por me mostrar que sou capaz!

Continuar poupando, com certeza

Dia 363/365:

Digo sempre que aprendo todos os dias. E espero que vocês também: estar aberto para aprender é fundamental para crescer e evoluir… As pessoas que sabem deste propósito e acompanham o  ‘Obrigada, estou apenas olhando’, também sabem que ele está chegando ao fim. E a pergunta que vem é ‘e agora?’

Agora, vou continuar poupando, com certeza! Sempre que me encontro com um empresário jundiaiense do ramo imobiliário me surpreendo com sua serenidade com relação ao dinheiro e sua despreocupação com o tema.

Toda vez que nos encontramos ele, gentilmente, pergunta sobre o desafio, sobre as minhas economias e me pede dinheiro emprestado hahahah Eu? Emprestar dinheiro para o senhor? Não vou emprestar, quero ser sua sócia! heheheh Esta foi a última resposta que dei. Isso foi na semana passada e hoje ele se lembrou disso…

Como todo empresário bem-sucedido, ele está sempre vestido de maneira simples e não ostenta. Engraçado como as pessoas que SÃO não tem a necessidade de mostrar isso. Elas simplesmente são. E, por outro lado, como as pessoas que QUEREM SER exaltam a si próprias, ostentam e vivem uma vida fora do seu real padrão.

Este empresário é um exemplo de vida, de superação, de sucesso! Quem dera todos nós fôssemos assim –  simples  e de bem com a vida. Ele me lembra o criador do Facebook, Mark Zuckerberg, que está sempre com a mesma camiseta e calça jeans.

Fui pesquisar sobre esta maneira simples de viver a vida e descobri que empresários como Mark e Steve Jobs  são adeptos do ‘menos é mais’ em suas vidas.  Vestindo-se sempre da mesma forma, eles conseguem:

  • Gastar menos tempo e se poupam o estresse para se arrumar
  • Com menos roupas, mais qualidade em tecidos e padronagens
  • Transmitir estabilidade ao usar o mesmo estilo
  • Gastar menos com compras supérfluas de roupas que nem vai usar

Veja só que o estilo de Mark Zuckerberg, Steve Jobs e este empresário jundiaiense vai ao encontro da nossa ideia do Armário-Cápsula. Vamos fazer? Com o fim deste desafio na sexta-feira (7), vamos começar a falar disso. Que Deus continue NOS inspirando nestas ideias que edificam e promovem melhora em nossa qualidade de vida… Seja feliz 😉

Aproveite os aplicativos, empreenda e ganhe uma grana extra

Dia 334/365:

Gente, a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) acabaram de divulgar nova pesquisa sobre hábitos de consumo e adivinhem: o queridinho da vez são os aplicativos usados, pelo menos uma vez, por 51% dos internautas. O WhatsApp está na preferência do consumidor (44%). Segundo o estudo, o WhatsApp é o principal meio para interagir com os vendedores.

Diante da importância destas ferramentas para vendas, o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ foi buscar uma especialista que já conversou com a gente sobre mulheres que empreendem. A Bru dos Santos, do Marketing de Mãe para Mãe. Ela já trouxe orientações para quem fica naquele mantra ‘não sei ganhar dinheiro’. Não sabe, vai aprender! E hoje, vamos (eu e ela) e

Este post tem dois vieses. O primeiro para as pessoas que querem empreender e não sabem por onde começar. Bom, já deu pra perceber que se tiver uma ideia do que pode fazer, use o WhatsApp, que todo mundo tem, para começar a divulgar e a vender seus produtos e serviços. Vá ganhar dinheiro, menina! Renda extra é sempre bem-vinda e o WhatsApp é um aplicativo de fácil acesso com o seu cliente e dele com você. Então se joga!

O celular está presente na nossa vida desde a hora que abrimos os olhos e vai com a gente para a cama no fim da noite, não é? Eles vêm facilitando a nossa vida de diversas maneiras – desde lembrar compromissos, controlar as finanças e, agora, compras! Em seu perfil, no Instagram, a Bru fala sobre vendas pela internet dia sim e outro também. “Por experiência própria , aqui na Marketing de Mãe para Mãe (MMPM), 90% do nosso faturamento vem através das redes sociais e orientamos nossas clientes neste sentido também”, explica Bru. “Usamos Instagram, Facebook, Youtube e WhatsApp para vender nossos produtos. E ainda usamos estratégias de relacionamentos, através do WhatsApp, para manter aquele cliente que ainda não comprou interessando no produto”, orienta.

A pesquisa apontou os tipos de produtos que os internautas mais compraram via aplicativos durante esse período foram os eletrônicos e itens de informática (44%), contratação de serviços de transporte particular (39%),vestuário (36%), ingressos para atividades de lazer (25%), comidas por delivery (24%) e produtos de beleza ou perfumes (23%). “Uma das estratégias que está na palma da mão é o uso das redes sociais: a empresa que se utiliza das redes sociais pra criar tráfego para o seu site, com certeza, sai na frente com mais chances de converter suas vendas”, explica a especialista.

A escolha sobre os aplicativos recai pela facilidade de acesso (52%), praticidade e rapidez (49%), disponibilidade de melhores ofertas (37%) e a facilidade de organização que os aplicativos oferecem (26%). As informações da pesquisa são reforçadas pela análise da Bru: sintonia total com o tema, o que mostra que ela e a sócia, Telma Morassutti, estão antenadas e sabem do que falam e defendem.  “Os consumidores buscam cada vez mais agilidade, facilidade, praticidade, e se você puder mastigar pra ele comprar de você, MASTIGUE”, compara. “O futuro está nos aplicativos, está nas mãos das pessoas”, frisa.

Boa notícia para o controle das finanças

Mas graças a Deus a pesquisa não fala só de consumo. Mas também de controle. O estudo do CNDL e SPC Brasil descobriu que dentre os consumidores que usam aplicativos para compras, a maioria também é adepta de aplicativos para tarefas financeiras (67%), principalmente os de operações bancárias (47%), comparação de preços (25%) e organização das finanças pessoais (19%). Aleluia, que bom, fiquei muito feliz com esses números. Sinal de que toda a informação que circula na internet sobre educação e planejamento financeiros estão trazendo resultados positivos para as pessoas.

Vamos continuar atentos a todas as oportunidades, de empreender (fazer dinheiro) e de controlar as finanças. Se for comprar, verifique se você pode honrar o compromisso. Monitore seus gastos e controle-se. Faça uma renda extra e agradeça a Deus as ferramentas que você tem nas mãos para fazer a sua ideia bombar. Seja feliz! 😉

Superamos a marca de mil seguidores

Dia 320/365:

1 k no Facebook… Estou feliz da vida, gente! comemorando os nossos primeiros mil seguidores na página do ‘Obrigada, estou apenas olhando’ no Facebook. E o melhor, sem impulsionamento. Só na divulgação estilo formiguinha: um conta pro outro, que conta pra um e por aí vai…

Além dos mil seguidores por lá, aqui no blog encontrei números interessantes:

  • 320 posts
  • Total de palavras: 150.444
  • Média de palavras por post: 472.9
  • Total de curtidas nos posts: 503
  • Total de comentários: 223

Hoje o post é somente para agradecer, pela companhia nestes 320 dias. Estamos quase chegando ao fim do desafio, mas este propósito vai continuar.

Continuar para inspirar mais pessoas, abençoar mais pessoas e transformar a vida de mais pessoas. Venho chamando alguns amigos a dedicarem um tempinho enquanto estão conectados no Facebook, para convidar os amigos para curtir. Se você quiser entrar nessa também, vou ficar muuuuuuito agradecida.

Posso te fazer um convite? Entra em nossa página no Facebook, curte, compartilha, convide os amigos para conhecer a página. Quem sabe, um dos seus amigos não está apenas esperando dessa forcinha para tomar a decisão que pode mudar a vida dele?

Pense nisso e me ajude a disseminar a mudança e a transformação que a fé em Deus, a paz e a tranquilidade com uma vida financeira organizada pode trazer. 😉

 

Hoje foi pra Globo, gente!

Dia 151/365: 

Estou muito feliz! Hoje, disse a frase ‘Obrigada, estou apenas olhando’ pra Globo! hehehe Desde a primeira entrevista para a TV TEC Jundiaí, entendi que o nosso blog poderia inspirar muito mais pessoas.

De lá para cá, Rádio Cidade, Rádio TEC, Jornal da PUC Campinas, Rádio Ide… Uau: novas experiências, novas oportunidades! Hoje, a comemoração é dupla: com o blog que alcançou 800 curtidas no Facebook e com a entrevista para a TV TEM, afiliada da Rede Globo, em Jundiaí.

A reportagem sobre consumo e planejamento e aí entrei como personagem para mostrar que a mudança de hábito é possível. Falamos do blog, do acidente que motivou tudo isso (mudança de vida), do planejamento para comprar, poupar e realizar sonhos.

Os meus sonhos? Posso até escolher em alguns meses: dar entrada num apartamento ou fazer uma viagem internacional e visitar minha prima que mora na Itália. Vamos ver, quem sabe não dá pra fazer tudo, não é mesmo? Por quê não? É possível, só ter planejamento.

E diante de tudo isso, o post desta segunda-feira é pra agradecer: os seguidores no Facebook e a alegria de ser entrevistada por um colega de profissão que foi extremamente simpático e generoso. Obrigada, Rafael Fachim, pela lembrança e pela oportunidade. Tenho certeza de que vamos conseguir inspirar ainda mais pessoas.

Antes da entrevista, conversamos, rimos muito, tirei sarro de mim, contei parte das minhas histórias… Mas na hora que ele bota o microfone e faz a primeira pergunta, aí o coração acelera, parece que não vou conseguir respirar, parece que a voz não vai sair… É uma loucura! hehehe

Jornalista gosta de estar do outro lado. E como atuo como assessora de imprensa, o meu papel é colocar meus assessorados para serem entrevistadas. Acompanho a entrevista, mas fico de longe, só olhando e torcendo pra que tudo dê certo.

E comigo?Quem faz isso por mim? hehehe Meus verdadeiros amigos! Aqueles que estão sempre por perto, torcendo e vibrando com as minhas vitórias e pequenas conquistas: aqueles que realmente querem o meu bem. E eu sei realmente quem são todos eles. E aos novos amigos da igreja, muito obrigada por acompanharem esta caminhada!

Além dos amigos, os seguidores do blog e do Facebook também! Com esta nova família divido a alegria de alcançarmos 800 curtidas, 800 agentes multiplicadores das nossas histórias, nossas dicas, nosso aprendizado… Preciso reconhecer também o valioso aprendizado com Pedro Braggio, meu educador financeiro! Com ele divido esta oportunidade: graças aos seus ensinamentos pude encontrar o caminho certo.

E o agradecimento mais importante: a Deus! Que me deu a oportunidade de estar vivendo tudo isso. Ontem, no culto, o pastor falou sobre nossas escolhas e suas consequências. Escolhi viver tudo isso para a honra e glória de Deus e sei que Ele tem NOS abençoado (a mim e a você) com as oportunidades que trazem Hresultados positivos para a nossa vida. Que Ele continue NOS protegendo de todo o mal… 😉

 

Consumidor consciente sabe responder estas 6 perguntas

Dia 88/365:

Consumir com consciência. A questão nem é avaliar se é fácil ou difícil, mas concluir que é necessário. Quando nos conscientizarmos dessa necessidade, aí a coisa flui. E o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ foi buscar a ajuda do Instituto Akatu para te orientar a responder as perguntas e se tornar um consumidor consciente.

1) POR QUE COMPRAR?
Consumir conscientemente começa com a análise da real necessidade de tal produto ou do serviço que se vai consumir. Avalie se precisa realmente comprar aquilo ou se está sendo manipulado pela  mídia, pela vitrine da loja ou pelo bombardeio de informação que recebemos todos os dias via SMS, e-mail, TV ou redes sociais.

2) O QUE COMPRAR?
Compre exatamente o que precisa. Você já saiu de casa para comprar algo que precisava, seja numa loja de roupas ou mesmo no supermercado e voltou com sacolas extras nas mãos? Comigo já aconteceu. Quem nunca, não é mesmo? Mas o importante é saber disso agora e não deixar que ocorra novamente.

3) COMO COMPRAR?
Decidiu pela compra, já avaliou que precisa realmente, é hora de pensar em como vai pagar. À vista, peça desconto. Se a compra for feita parcelada, esteja seguro se poderá pagar as prestações em dia, para evitar pagar juros e correção monetária, cobrados por dias de atraso. Quem lembra da caderneta no mercado? O dono da vendinha ou do mercado anotava num caderno as suas compras e ia debitando conforme você levava lá um pouquinho por semana ou por mês… Bons tempos estes, onde a confiança entre as pessoas era primordial…

4) DE QUEM COMPRAR
Você já investigou produtos e serviços na internet? Hoje, temos uma infinidade de formas de avaliar o que as empresas fazem e como fazem. Normalmente,  se não conheço a empresa, busco informações nas avaliações do Facebook ou no Reclame Aqui. Se a empresa tem o produto divulgado nas redes sociais, separo um tempinho para ler os comentários: são ótimas fontes de informação. Você pode descobrir, por exemplo, empresas que utilizam mão de obra escrava ou infantil ou ainda empresas que maltratam animais em testes.

5) COMO USAR
Cuide bem dos produtos que você compra para que eles tenham vida longa. Assim você evita novas compras em curto espaço de tempo. Lembra quando as roupas passavam de um irmão pro outro, entre primos. Isso só acontecia porque nossas mães cuidavam bem das nossas roupas.

6) COMO DESCARTAR
Se uma roupa não lhe serve mais pode servir para outra pessoa. Antes de descartar, jogar fora, faça um exercício e procure ver a possibilidade de doar aquela peça. Você pode também vendê-la num brechó. Assim como móveis e eletrodomésticos que podem ser consertados ou caixas e outras embalagens podem ser ganhar novas utilidades. Lembro que minha mãe não jogava nada fora. Ela dizia: “não vamos jogar não, um dia pode servir para alguma outra coisa” heheh Sábias palavras.

Ah, aprendemos todos os dias, né? Espero que vocês tenham aprendido um pouco mais hoje. Como eu venho aprendendo num curso sobre Facebook na Epicentro Digital. E, apesar de já saber lidar (bem pouco, pelo que percebi) com esta ferramenta, venho aprendendo muito. E quem tem a ganhar? Além de mim? Meus clientes e a página do nosso blog.

Mas além do aprendizado facilitado pelo Renato Xavier, estou aprendendo também com as coleguinhas. Cada uma com uma bagagem diferente: somos quatro alunas e uma enorme diversidade. Este post é uma homenagem a este curso que termina amanhã: um ambiente em que estamos aprendendo mais e melhor sobre escolhas, aproveitar as oportunidades, mas, acima de tudo, sobre respeito às diferenças. Cada uma do seu jeito, aprendendo na sua velocidade… Este é o segredo das relações: enxergar no outro o que podemos aprender e aproveitar…

Que Deus possa continuar NOS ajudando, NOS orientando e NOS inspirando. Que possamos cada vez mais aproveitar TODAS as boas oportunidades. 😉

 

Links: Instituto Akatu / Obrigada, estou apenas olhando / Epicentro Digital

Apoio que traz mais agentes multiplicadores

Dia 58/365:

A Fanpage que criei para o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ ganhou muitos seguidores nestes dois dias. Já somos 410 novos agentes multiplicadores e estou muito feliz. As reportagens da TV Educativa e da Rádio Cidade fizeram a diferença e deram um belo up na nossa página. Gratidão é a palavra hoje.

Na vida, precisamos disso: apoio, parceria… Não conseguimos nada sozinhos. Se ontem você se inspirou, hoje você inspira. Se ontem você foi ajudado, hoje você ajuda… E assim seguimos em frente, enfrentando os desafios que a vida nos impõe, aprendendo sempre e, principalmente, vencendo sem passar por cima de ninguém, sem trapacear, sem sacanear… Sem puxar o tapete, sabe como é?

Estes ensinamentos vêm de berço e, alguns, quando crescem, se esquecem destes preciosos conselhos. Os nossos pais ensinam com amor. Fique atento, pois a vida não ensina com a mesma paciência e carinho… #FicaADica

Quase que diariamente, nestes 58 dias, venho recebendo feedback sobre este desafio. As pessoas comentam  ou mandam mensagens privadas pedindo orientação, contando o quanto gastaram no cartão de crédito e querendo mais informação, mais dicas… Elas querem mudar. E, nestes dois últimos dias, essa procura cresceu exponencialmente.

Mas hoje, um comentário me comoveu, o da coordenadora de Marketing da Construtora Santa Angela, Andréa Santos, com quem trabalho desde 2013, uma mulher que admiro e agradeço pela oportunidade que me deu há 4 anos:

“Você está em uma missão de conscientização muito bacana”

E não estou postando isso pra me gabar, mas para mostrar a importância deste trabalho, deste desafio. Um propósito que vai além de me reeducar, mas de poder ajudar àqueles que estão precisando. O blog e a página do Facebook vêm inspirando as pessoas. E, com a graça de Deus, tenho certeza de que vou conseguir ser bênção para elas. Inspirá-las e ajudá-las a melhorar.

Na sexta-feira, comentei com uma amiga: “Melhor se reeducar e consumir com mais responsabilidade, enquanto você pode escolher fazer isso. E não quando a vida te forçar”. De certa forma, fui forçada a tomar esta atitude, ao me conscientizar que não tinha uma reserva financeira para suprir os imprevistos. Que bom que você está aqui comigo! Desejo que Deus continue NOS ajudando e NOS inspirando com a delicadeza e amor que nossos pais faziam quando éramos crianças. 😉

 

Links: Fanpage / Construtora Santa Angela