Qual a fórmula mágica para a independência financeira?

Dia 209/365:

Você sabia que existe uma fórmula mágica para conquistar a sua independência financeira? Isso mesmo e hoje o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ vai explicar como funciona. Calma, não tem nada a ver com Harry Potter (de quem sou fã número 1 hehehe). É matemática pura!

Gastar menos do que ganha + Poupar + Planejar + Multiplicar= Independência Financeira

Gastar menos do que ganha: esta é a regra de ouro das finanças pessoais. Você quer que o dinheiro dure até o fim do mês? Você tem que gastar menos do que ganha. Se o seu salário, já com os descontos, é de R$ 2.000,00. Você pode gastar até R$ 1.600,00 e guardar 20% da sua renda, ou seja, R$400,00. Parece difícil, concordo, mas se você insistir, perseverar, vai conseguir.

Faça uma avaliação das suas despesas e verifique onde consegue diminuir os gastos: avalie valores como tevê a cabo, telefonia móvel, supermercado, almoços fora de casa… Depois, faça os ajustes necessários para diminuir estas despesas. Você vai me agradecer.

Poupar: o segredo para poupar é não esperar até o fim do mês. Acredite: não vai sobrar! A poupança tem que ser planejada. Você não pode querer guardar o que sobrou, você tem que poupar um valor determinado. Defina os 20% para poupança e faça programada: dia 10 sai da conta e vai pra poupança.

Programando o débito você passa a não contar com esse dinheiro para o dia a dia. É como se fosse uma conta que você tem que honrar todo mês.  Monte a sua reserva financeira até conseguir guardar, pelo menos, 3 vezes a sua renda mensal.

Planejar: no seu planejamento financeiro é muito importante que você defina quais são seus objetivos de curto, médio e longo prazo. São eles que manterão as suas finanças organizadas. Seus objetivos serão os principais norteadores deste seu novo modo de vida.

Defina os objetivos com a ajuda de todos os membros da família, assim ficará mais fácil de todos colaborarem e participarem da economia e da poupança. Afinal, família que sonha unida, permanece unida.

Multiplicar:  depois de entender como você está gastando o seu dinheiro, de aprender a poupar, de planejar os seus sonhos para que se realizem, está na hora de multiplicar o seu dinheiro. Investir para aumentar sua rentabilidade.

Procure alternativas de investimentos a partir dos quais, você vai receber, todo mês, uma quantia de juros sobre o valor aplicado. Mensalmente, a instituição pagará em cima do capital inicial somado ao montante do mês anterior. Ou seja, você receberá pelo processo dos juros compostos.

A matemática é a seguinte: suponhamos que você faça uma aplicação inicial de 10 mil reais com juros mensais de 2%. No 1º mês, seu patrimônio será de R$ 10.200, R$ 200 são os juros recebidos. Já no 2º mês, você terá um montante de R$ 10.404, porque o lucro será calculado em cima dos R$ 10.200 e assim por diante. Gostou né? Funciona como se fosse uma “bola de neve” fazendo com que seu dinheiro se multiplique sem muito esforço.

Independência financeira: ela virá de você poder fazer tudo que planejou sem se apertar, sem pedir empréstimos, sem fazer dívidas. Você compra, viaja ou faz o que quiser pagando à vista, sem dívidas, sem apertos, sem parcelar em 40845384 vezes… hehehe

Esta é a verdadeira prosperidade financeira. E você já sabe né, que para que as coisas fiquem mais fáceis, você só tem que convidar Deus pra entrar em meio a tudo isso! Ele está ansioso para receber o seu convite. E se você está longe de acertar as suas finanças, porque está com dívidas e se vê naquele ‘mato sem cachorro’, entregue nas mãos Dele. Ele cuida pra você, eu garanto! Que Ele continue NOS abençoando e NOS protegendo, sempre, em todos os momentos de nossas vidas. Eu acredito e agradeço. E você? 😉

 

Quer controlar seus gastos? Anote tudo!

Dia 121/365:

Como as minhas faturas com cartões de loja acabaram, a partir de agora tem que sobrar mais dinheiro no fim do mês. Mas mesmo assim, tenho que saber quanto estou gastando no mês, com supermercado, almoços, combustível e por aí vai.

E quando a gente pensa em controle de gastos, a principal dica é anotar tudo. Precisamos educar o nosso cérebro a entender que estamos gastando demais. Isso vale pra mim e pra você. E não só porque estou neste propósito de ficar um ano sem compras, mas vale pra vida toda e não somente para o período que vai até setembro deste ano.

Com o simples ato de anotar todos os seus gastos, você já está exercitando o seu cérebro para entender o quanto já foi gasto no período. Assim, quando você for comprar coisas supérfluas, vai pensar duas vezes, pois, vai lembrar-se de tudo que já gastou.

Anotando seus gastos, você vai conseguir enxergar melhor suas despesas, o que vai te permitir apontar para onde está indo o seu dinheiro. Faça isso por 30 dias, a partir do momento que você recebe o seu salário.

Ao final dos 30 dias você terá um verdadeiro mapa das suas finanças: o que entrou, quanto saiu e pra onde foi. Para se organizar não tem milagre, tem trabalho. Você precisa saber quais são seus gastos e o peso deles na sua renda mensal.

Se quiser ir além, faça um exame mais completo. Examine os últimos 30 a 60 dias do extrato bancário e confira os lançamentos dos últimos dois meses na fatura do seu cartão de crédito (banco e lojas). Esta análise vai te ajudar a entender seus gastos: separe o que são despesas fixas e comece a diferenciar o essencial do dispensável, como eu fiz.

Foi a partir deste exame que parei com as compras nas lojas hehehe Você vai, como eu, se surpreender. Outro dia, quando expliquei a regra dos 50/30/20 para uma amiga, ela respondeu enfática: ‘não tenho como fazer isso, não consigo, meus gastos são maiores do que 50%”. Se você está na mesma situação que ela, das duas uma: ou você reduz seus gastos, economizando com telefone, tv a cabo, aluguel (mudando para uma casa ou apartamento menor); ou aumenta sua receita, mudando de emprego ou fazendo um outro trabalho paralelo que lhe dê uma renda extra (fazer doces ou salgados, dar aulas particulares, vender roupas, sapatos ou cosméticos).

Como eu disse lá em cima, finanças pessoais não é milagre é matemática, ou seja, uma ciência exata. Assim, se você ganha R$ 1.000,00 e gasta R$ 1.500,00 esta conta NUNCA vai fechar. O ideal seria você ganhar R$ 1.500 e guardar R$ 500,00: riqueza pura! hehehe

Para controlar o meu dia a dia, uso o aplicativo Pedro Braggio. Acesse e veja como conseguir o aplicativo que vai te ajudar a controlar suas finanças.

Mas estamos no início do ano. Este é o primeiro fim de semana de 52. Temos tempo para poupar e para aprender. Temos tempo para que decidir buscar a Deus e trazê-Lo para nossas vidas. Deixe que Ele te contamine, deixe que Ele tome conta da sua vida… E é desse jeito que eu tenho certeza de que vai dar tudo certo. 😉