Melhor de tudo é poder escolher…

Sim, o melhor de tudo é poder escolher entre comprar e não comprar e chegar à conclusão de que não precisa gastar, pois não precisa de nada…

Com os aprendizados que vieram com o “Obrigada, estou apenas olhando”, a troca de experiências e os relatos das pessoas que nos seguem, fica muito mais fácil avaliar e entender que só precisamos agradecer.

Ontem, passei o dia em São Paulo, e posso dizer que oportunidades para gastar não faltaram hehehe Mas resisti a todas elas, primeiro porquê as roupas não serviram de pronto (todas as que experimentei teriam que ser ajustadas); segundo, porquê não encontrei realmente o que precisava (ou achava que precisava: eu estava procurando calça para academia) e terceiro, porquê não estava a fim de gastar: simples assim.

A gente não tem que gastar apenas porque outras pessoas do nosso grupo estão gastando. Sim, se você não está precisando de nada, não vá na onda. Não se deixe levar pelo momento.

Entramos em 3 lojas, a última tinha as roupas mais bonitas mas, infelizmente, a maioria das peças em tamanhos maiores que o meu. Uma pena, mas também uma providência divina para frear a vontade. Hehehe

Mas sabe o que eu fiz? Olhei as araras, experimentei as peças, desfilei pela loja, recebi elogios e me satisfiz com isso. Quando comentei com a dona da loja que cuidava da silhueta com alimentação e exercícios físicos, ela exclamou: “você está de dieta? Só se for dieta de engorda, né? Por que se você está em dieta, eu estou perdida” Hehehe (adorei o elogio).

Mas estou contando tudo isso pra vocês para lembrá-las de que vocês também podem resistir à tentação: basta se perguntar, como já ensinou o nosso educador e terapeuta financeiro, Pedro Braggio, “Eu quero, eu preciso ou estou surtando? Dependendo da sua resposta, você vai saber o que tem que fazer.

Que Deus continue abençoando sua vida com amor, respeito, saúde e prosperidade, inclusive, a financeira. 💰😉

Você x Dinheiro: quem trabalha pra quem?

Dia 254/365:

O episódio da concessionária me ensinou mais uma coisa: o dinheiro trabalha pra mim! Sim, se fosse o contrário, hoje eu estaria com um carnê gigante de prestações para pagar. Não é hora de gastar, é hora de continuar planejando. E o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ vem me ajudando a identificar estas situações e tirar muitas lições de tudo isso.

E que bom que posso dividir tudo com vocês. Espero que estejam aproveitando os aprendizados e, mesmo que já saibam sobre os assuntos que debatemos aqui, espero que as minhas experiências possam trazer para você um outro olhar, uma outra opinião, uma reflexão que você ainda não tinha feito.

Mas a nossa relação com o dinheiro é uma coisa muito séria. Quem controla quem é uma pergunta objetiva, mas, se pra você for difícil responder, sinal de que precisa parar para refletir. E eu vou te ajudar.  Se manter as finanças em dia tem sido uma tarefa cada vez mais descontrolada para você e a sua família, está na hora de mudar essa relação.

Depois do “Obrigada”, muita gente vem comentar comigo que o salário acaba em dois ou três dias. Cartões de crédito, empréstimo consignado, gastos supérfluos, despesas fixas:  tudo isso junto e misturado acaba virando uma bola de neve. Avalie os gastos que pode reduzir ou eliminar; portabilidade de empréstimos, telefonia móvel e fixa, internet são opções para reduzir despesas que talvez você não consiga eliminar.

Resolver sozinho a situação financeira é difícil, pois, muitas vezes as pessoas não sabem nem por onde começar.  O especialista vai te ajudar a transformar hábitos, definir prioridades, avaliar suas finanças (receitas x despesas), orientar como você pode aumentar sua renda e até encontrar, junto com você, alternativas eficazes para você se livrar das dívidas.

Procure uma motivação para resolver a sua situação. O que te move? Filhos, futuro, realização de sonhos? Planejamento é a resposta para transformar um sonho em meta e, esta, em realidade.

Deixe o dinheiro trabalhar pra você e, a partir daí, você vai entender o impacto que ele tem sobre sua vida, seus planos, seus relacionamentos e suas finanças. A gente sempre fala em Deus né? Espero que Ele seja presença constante na sua vida, assim como é na minha. Deixe que Ele te ajude, te oriente, mas esteja preparado para receber as bênçãos que virão, deixando Ele no controle da sua vida. Obedeça e tudo vem, ainda melhor do que você está imaginando. 😉

Faça o que deve ser feito até poder fazer o que quiser

Dia 204/365:

Estamos  há alguns dias falando sobre mudança de atitude, não é? E hoje não vai ser diferente. Com o ‘Obrigada, estou apenas olhando, consegui entender que as mudanças que promovi na minha vida é que estão fazendo com que eu atinja meus objetivos. Ou seja, são as novas atitudes e novos hábitos que vão desenhando o meu futuro.

Já pensou nisso? O que você quer para o seu futuro? Como você se enxerga daqui a alguns anos? Quer ter uma casa própria, quer um carro novo, quer falar um outro idioma, quer viajar o mundo, quer estar casado (a)? Não importam os seus sonhos e nem como você está se imaginando no futuro, o importante é o que você está fazendo agora, no seu presente, para que o seu futuro se transforme.

E para chegar lá você precisa fazer o que tem que ser feito: controlar seus gastos, anotar tudo para entender onde estão os gargalos da sua conta bancária. Os meus eram as lojas e as minhas compras de roupas, bolsas, sapatos, bijoux, cremes, maquiagem… Hoje, como estas compras estão em stand by na minha vida, o dinheiro que gastava com isso estão indo para os investimentos.

Planejamento é o segredo para conquistar tudo que deseja. A partir do momento que definir o que você quer, trace o caminho até lá. Você quer conhecer a Europa? Então tá, defina quais países quer conhecer, faça as contas de quanto vai precisar e em quanto tempo quer realizar este sonho. Informação é poder. Com estas informações você vai fazer uma conta simples: suponhamos que você precise de 20 mil para viajar toda a Europa, agora, com base nas suas finanças veja em quanto tempo você consegue juntar essa quantia. E a partir daí marque a data.

A partir do momento que você define uma data, o tempo começa a correr e você vai ter que abrir mão de algumas coisas para atingir seu objetivo, como por exemplo, parar de gastar com supérfluos (a gente já falou sobre isso, ontem), diminua algumas despesas mas, acima de tudo, persista no seu sonho que tudo vai dar certo.

Faça o que precisa ser feito até conseguir fazer o que quiser! Você vai conseguir, eu tenho certeza. Em 2013, eu comecei a guardar dinheiro: queria comprar um carro. Guardei por quase três anos e conquistei minha independência motorizada em maio de 2016, quando passei no exame prático da habilitação. Foi um sufoco, mas consegui. Confesso que foi mais fácil guardar dinheiro do que passar no exame, ficava tão nervosa. Mas deu tudo certo, com a graça de Deus, e consegui comprar meu carro à vista, em junho de 2016.

Ah se eu não tivesse parado de guardar dinheiro… Hoje teria bem mais. Mas Deus sabe de todas as coisas e se não o fiz, era pra que hoje pudesse estar aqui com vocês aprendendo sobre tantas coisas. Que Deus continue NOS abençoando e que hoje, nesta data tão especial para o Cristianismo, a Sexta-Feira da Paixão, que possamos nos lembrar de todo o sacrifício que Jesus fez por nós! Sejamos gratos. Faça uma oração e agradeça esse Deus que NOS ama e cuida de NÓS em todos os momentos. 😉