Se você está acostumado a usar o limite do cheque especial, melhor ler isso!

Se você gosta de incorporar o limite do cheque especial ao seu saldo disponível para usar, é melhor repensar esta postura. Ontem, segunda-feira, dia 6, o ano começou bem para o bolso do brasileiro e o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ não poderia deixar de comentar sobre isso.

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou uma resolução que muda as regras do cheque especial. A partir de agora a taxa de juros do produto não poderá superar 8% ao mês, o que vai dar cerca de 150% ao ano (antes chegava a 12% e a taxa superava os 300% ano ano). No entanto, esta mudança vai atingir também aqueles que têm limite e não usam. E agora os bancos passam a cobrar para dar limite de cheque especial que exceda o valor de R$ 500,00. Até esse valor, os bancos não podem cobrar.

Passou de R$ 500,00, o banco poderá cobrar uma tarifa mensal de até 0,25% sobre o valor do limite. Mesmo se você não usa o limite. Assim, se você tem um limite de R$ 10.000 no cheque especial pagará todos os meses 0,25% sobre R$ 9.500 – o equivalente a R$ 23,75. Caso você use o crédito, essa quantia será descontada do valor que ele terá de pagar em juros.

Alguns dos principais bancos do país anunciaram que irão isentar seus clientes. Outros informaram que não irão cobrar a tarifa nesse primeiro momento. Veja mais abaixo a posição de cada uma das grandes instituições financeiras.

Olha só como os principais bancos se pronunciaram sobre as novas regras do cheque especial:

Itaú – O banco informou que decidiu, “nesse primeiro momento”, não cobrar a tarifa de 0,25% ao mês de clientes que tenham limite de cheque especial acima de R$500.

Bradesco – O Bradesco informou que não cobrará tarifa de cheque especial até junho.  Tempo que terá para avaliar se será cobrada alguma tarifa e de que forma será aplicada.

Caixa – O banco informou que “está avaliando os impactos trazidos” pela nova resolução que regulamenta o cheque especial e que “no momento, nenhuma tarifa adicional autorizada pela referida resolução será cobrada dos clientes”.

Banco do Brasil – O banco informou que decidiu isentar a cobrança de tarifas no cheque especial “para atuais e novos clientes” ao longo de 2020.

Santander  – O banco informou que cobrará “sobre os novos contratos” tarifa mensal de 0,25% do valor do limite de crédito que exceder R$ 500.

Vamos enxergar essa medida como uma forma de nos organizarmos financeiramente para precisar o menos possível do banco. É a mão de Deus botando um freio nas suas finanças pessoais. Que Deus nos ajude e segure nossos cartões dentro da carteira hehehe 😉

“Não boto o chapéu onde a mão não alcança”

Dia 287/365:

A relação com o dinheiro é uma coisa curiosa. Com o ‘Obrigada, estou apenas olhando’, a cada dia percebo que as pessoas sabem o que precisa ser feito para não cair em armadilhas de bancos, de compras por impulso e em dívidas… Mas, simplesmente, não fazem…

E a questão é por quê? Porque será que as pessoas não tomam a decisão de viver melhor e mais tranquilas, financeiramente, falando? Sim, porque ter uma vida financeira saudável é uma escolha, é uma decisão!

Hoje participei de uma palestra com o nosso educador financeiro Pedro Braggio, na Construtora Santa Angela. “Com esta ação, a Santa Angela está mostrando que se preocupa com os seus colaboradores dentro e fora da empresa”, comentou. “Se o funcionário está feliz fora da empresa, ele leva esse sentimento bom pra o seu trabalho também”, explicou o educador.

E foi muito legal ver que a simplicidade dos trabalhadores escondia uma sabedoria incrível, uma sabedoria que vem da vivência do dia a dia; dos erros e acertos e de suas escolhas…

Um dos colaboradores da empresa, seo Pedro, xará do educador, explicou que não tem dívidas. E se orgulha disso. Mas o que são dívidas? Dívida é toda conta que já venceu e você não teve condições de pagar. Ou seja, a principal característica da dívida é a inadimplência.

Casado, ele tem uma filha de 6 meses. “O dinheiro não falta”, conta orgulhoso, certo de que está fazendo o que é certo para sua família. “Temos uma pequena reserva financeira”, completa. A esposa também trabalha e, juntos, os dois salários, cobrem todas as despesas da casa e dá pra viver com tranquilidade.

O segredo do seo Pedro? Não gastar mais do que ganha. Usando de um provérbio português – “Não boto o chapéu onde a mão não alcança” – seo Pedro, sabiamente, explicou que é preciso ir até onde podemos. Ir além, muitas vezes, pode ser falta de sabedoria.

Hoje, a palestra foi do Pedro Braggio, mas acredito que até ele aprendeu muito com as pessoas que estavam ali para ouvi-lo. Eu também aprendi muito. E falei também… heheh Sabe, gente, eu não consigo ficar quieta, tenho que participar, interagir… E faz um bem danado poder ajudar.

Que Deus continue NOS dando novas oportunidades para aprender onde menos esperamos. E que possamos estar atentos aos ensinamentos e assimilá-los para o NOSSO próprio bem. Seja feliz! Vá até onde você pode. Ir além, em determinado momento, pode não ser o que Deus quer pra você. Tudo ao seu tempo. Há tempo pra tudo: tempo de plantar (planejar) e tempo de colher (comprar). Pense nisso! 😉