Que tipo de consumidor você é?

Dia 80/365:

Uau, como o tempo passa, o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ está quase completando três meses. Que alegria! A cada dia, mais e mais pessoas curtem a página e se tornam propagadores desta ideia de consumir com mais consciência, de pensar antes de comprar e, principalmente, de poupar.

Ontem, percebi que este propósito está me transformando de verdade. Eu explico: conversando com um amigo, descobri que temos pontos do cartão de crédito para resgatar. Ele já sabe o que vai resgatar, eu ainda estou pensando. E por que estou pensando? Porque eu não preciso comprar! Uau! Nunca imaginei que diria isso hehe  Vasculhei o site do Programa de Pontos e descobri que tudo que tem ali não me interessa. E olha que tem muita coisa lá: viagens (mas não tenho pontos suficientes pra isso, que pena 😦 heheh), moda, beleza, celulares, eletrodomésticos e por ai vai..

Fiquei muito feliz com esta descoberta… Pra não dizer que nada me chamou a atenção, eu gostei de uma sapateira, mas fui comparar com o valor na loja e descobri que não vale tão a pena assim resgatá-la. Então vou pensar um pouco mais. Os meus pontos expiram em 60 dias. Então tenho um tempo mais para pensar o que fazer ou o que resgatar. Pedir inspiração pra Deus… Ele é o melhor conselheiro…

Mas voltando à pergunta título deste post, descobri que estou caminhando para ser uma consumidora mais consciente. E, buscando informações sobre consumo consciente, descobri o site do Instituto Akatu, criado no dia 15 de março de 2001, data em que comemora-se o Dia Mundial do Consumidor. Ironia? Não! Oportunidade para conscientizar as pessoas para o consumo consciente.

E, como expliquei quando falamos sobre Lowsumerism, consumir de maneira consciente não é parar de consumir, mas sim, fazê-lo sem excessos para que todos vivam bem hoje e no futuro, principalmente, no futuro.

Tem muita informação bacana no site do Akatu (o link tá no fim deste post). E o que me chamou a atenção foi o Teste do Consumo Consciente.  O convite para fazer o teste vem com uma frase poderosa: “o seu poder de consumidor pode influenciar a sua vida e de todo o planeta”. Isso é muito forte, meus queridos, pois, a nossa forma de consumir impacta diretamente na vida dos nossos amigos, dos nossos familiares e de pessoas que a gente nem conhece…

Você teria coragem de fazer este teste e descobrir que tipo de consumidor você é? As perguntas já vão te fazer refletir sobre os seus hábitos e atitudes. Entra no site e faça o teste e não tenha vergonha de responder com a verdade. Ninguém vai ver as suas respostas, mas você está vendo. Tenho certeza que você vai começar a se conscientizar e repensar muita coisa na sua vida.

E eu daqui, sigo pedindo a Deus que continue NOS abençoando, NOS inspirando e NOS ajudando a pensar antes de escolher. 😉

 

 

 

Links: Instituto Akatu / Teste do Consumo Consciente

Você sabe o que é Lowsumerism?

Dia 78/365:

Em dia de consumo desenfreado, com a Black Friday, o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ vai falar sobre Lowsumerism. Você já ouviu esta expressão ou leu em algum lugar? Lowsumerism é a junção de duas palavras em inglês Low Consumerism que, ao pé da letra, podemos traduzir como “consumir pouco”. Mas, a ideia seria algo como ‘consumo equilibrado’, o que vai muito além da tradução literal.

Hoje, minha amiga Djanira, leitora assídua e fiel do blog (que bom que temos amigos) me marcou numa postagem no Facebook falando sobre o Lowsumerism. Fiquei encantada não apenas com o vídeo, mas quem compartilhou o vídeo. O blog PorQueNao.org. é de uma galera bem bacana que se autodenominam como ‘mídia interdependente, difusora de iniciativas para uma sociedade mais inteligente e integrada’. Eles acreditam que podem dar asas aos sonhos e às ações que transformam o nosso mundo em um lugar melhor.

Eu também acredito!

E fico muito agradecida, Dja, por você me mostrar uma página tão bacana, que curtiria mil vezes. Eles têm uma missão: interligar pessoas que se dedicam a projetos capazes de transformar positivamente a realidade. Isso é fantástico e já mandei fiz um comentário no vídeo, que vou compartilhar com vocês (já estou à disposição desta galera do bem), no fim deste post. O vídeo tem tudo a ver com este meu propósito de inspirar pessoas e é uma aula sobre consumismo desenfreado: ótima ideia divulgá-lo na Black Friday.

Sabe o que estava pensando, sobre as roupas? Quanto mais temos, mais sofremos com as indecisões heheh Não é assim mesmo?  E tudo tem um lado bom. O de comprar menos é que no final do mês, vai sobrar mais dinheiro na sua conta (na minha já tá sobrando heheh)

Ontem, numa conversa com o Evangelista Emerson, ele me contou que o pastor Jorge Navac tem um livro intitulado ‘O Domínio da Vontade’ e é isso que estou fazendo: dominando a vontade de comprar. E se eu posso, você pode, nós podemos! Ele prometeu que me emprestaria ou me presentearia com o livro (vou esperar, sem nenhuma pressão, claro heheh)

Também conversei com meu Educador Financeiro, Pedro Braggio que comentou que a vontade de comprar tende a diminuir com o passar do tempo. “Sei que não é fácil, mas daqui a pouco, esse sentimento tende a melhorar. Os três primeiros meses são os mais complicados”, explicou. “Trazer para o consciente que está difícil e viver a frustração é importante. O que não pode é fingir que tá tudo bem, pois, isso vai te fazer mal lá na frente”, aconselhou.

Sim é isso mesmo. A frustração vem e vem forte, mas vai ser melhor pra mim, como o Pedro comentou:”Você e todas as pessoas que desejem ter um consumo mais consciente podem canalizar essa vontade de comprar para fazer outras coisas”. Outra verdade, Pedro! Estou canalizando essa alegria toda que tinha em comprar para aprender cada vez mais sobre o assunto e compartilhar com as pessoas pelo blog. E tem dado certo!

Importante lembrar que Lowsumerism não tem nada a ver com perder o conforto. O consumo equilibrado tem tudo a ver com qualidade de vida e focar no que é essencial na nossa vida: o amor pelas pessoas e pelo mundo. Pensa nisso, que eu daqui sigo agradecendo e pedindo a Deus que continue NOS inspirando sobre nossas alternativas e oportunidades. 😉

 

 

Link: Vídeo Lowsumerism / PorQueNao.org