Ter dívidas não é normal

Dia 307/365:

Dívidas e aperto financeiro já faz tão parte do seu dia a dia que você acabou se acostumando com essa situação? Sinto dizer, mas isso não é normal. E o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ vai te ajudar a entender o porquê.

Você pode até se esforçar, mas no fim do mês é sempre a mesma coisa: sem dinheiro para bancar pequenas compras e até para guardar?  Você precisa entender que as pequenas decisões de gastos supérfluos (e que muitas vezes você não pode bancar), recorrentes, acabam no fim do mês minando as suas finanças.

Cuidado com a forma com que lida com o dinheiro. Se as dívidas não acabam nunca é um indício de que você está gastando além do que pode. Organize-se para quitar todas as dívidas para só então voltar a comprar.

Dívida é toda conta que você deixou de pagar na data do vencimento. Se você recebe  no dia 15 e suas contas vencem dia 5, verifique a possibilidade de alterar a data do vencimento de cartão de crédito, água, luz, telefone. Coloque sempre uma semana após a data do seu pagamento. Vai ficar mais fácil acabar com o atraso nos pagamentos desta forma.

Acompanhar as finanças é olhar tanto para a fatura do cartão de crédito, quanto para o saldo da sua conta corrente TODA semana. Acompanhe seu orçamento e planejamento financeiro com a mesma periodicidade.

Escolha a melhor forma de controlar suas finanças (no caderninho, na planilha do computador, usando aplicativo, não importa). Não importa como, desde que faça! E a partir de todas as despesas anotadas, vá avaliando onde é possível economizar. Monitorando você também conseguirá, inclusive, visualizar quando estará livre das dívidas.

Monitorar vai te ajudar, por exemplo, a se disciplinar. Sempre que vir um saldo na conta, não pense em gastar. O monitoramento vai te ajudar a lembrar que você precisará daquele dinheiro para pagar uma conta alta (como aluguel, financiamento ou empréstimo).

Vai por mim que dá certo. Primeiro livre-se das dívidas, pague suas contas em dia e só depois volte a comprar hein. Dê um tempo das compras que garanto que você vai conseguir doar, dizimar e até ajudar outras pessoas. Deus vai se alegrar com sua atitude e sua maneira de tratar o dinheiro, com liberdade para fazer o que quiser, sem se endividar. 😉

E vem aí o curso “Dinheiro é bom e eu gosto”

Dia 252/365:

O educador financeiro, amigo e orientador do ‘Obrigada, estou apenas olhando’, Pedro Braggio, está preparando mais um curso para ajudar todos aqueles que precisam aprender sobre planejamento financeiro, controle de gastos, monitoramento das finanças e muito mais.

O curso é intensivo, das 8 às 17h, no dia 30 de junho. É um sábado, gente, então não tem desculpa. Isso mesmo, chega de dar desculpas para resolver de uma vez por todas a sua relação com o dinheiro.

Pedro batizou este curso com o nome de seu livro “Dinheiro é bom e eu gosto“. Ganhei um exemplar deste livro em 6 de abril… Uma leitura gostosa, simples, sem aquelas expressões do economês que assusta a gente e TODO mundo entende.

Gente, é possível realizar sonhos, viver com tranquilidade, segurança e conforto desde que as suas finanças estejam em dia. Mas a sua relação com o dinheiro precisa mudar para que isso aconteça.

E o curso do Pedro é uma boa oportunidade pra isso. Com o curso, você terá direito de acessar o sistema de controle financeiro que ele criou pelo período de UM ANO, tempo suficiente para você aprender e se acostumar a controlar as suas finanças.  Você ainda vai ganhar um exemplar do livro “Dinheiro é bom e eu gosto” que dá nome ao curso.

Que esta seja mais uma oportunidade que está aparecendo na sua vida para lhe trazer luz, direção e uma caminhada mais fácil e tranquila: tudo que Deus promete aos filhos que Lhe são obedientes. Que Ele possa continuar abençoando todos os NOSSOS sonhos e projetos. 😉

Acesse este link e baixe o segundo capítulo do livro do Pedro Braggio: só pra te dar o gostinho do que vem por aí…

Informações sobre o curso, envie um email para faleconosco@pedrobraggio.com.br ou ligue: (11) 4582-5498 | 98765-418

Monitore o seu desafio e mantenha-se no foco!

Dia 154/365:

154 dias se passaram desde o início deste desafio. E o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ quer saber: como vão as suas finanças? Sempre que começamos um desafio, temos que monitorar para saber se estamos no caminho certo, se algo precisa mudar, se precisamos corrigir a rota…

Então vamos parar para avaliar o que já passou. É uma oportunidade para refletirmos sobre tudo que já vivemos e aprendemos neste tempo: nossas vitórias, nossas conquistas e, principalmente, nossos resultados tão sofridos e tão esperados.

Faça um balanço: você vem conseguindo poupar? Conseguiu pagar todas as contas de início de ano? Como está a fatura do cartão de crédito? Responda para você todas estas perguntas.

Orçamento e planejamento financeiro: se você ainda não conseguiu fazer planejamento porque não tem uma planilha ou não baixou nenhum aplicativo de celular para te ajudar… Em breve, vamos divulgar uma planilha que você poderá baixar e preencher.

Esta semana conversei com um importante diretor financeiro  de uma empresa de Jundiaí que teve 30% de crescimento em 2017 (mesmo em  meio à crise)! Imagina, gente! Ele deve saber o que faz… hehehe E claro, já fui convidando ele para nos ajudar por aqui. Então, ele vai montar uma planilha bacanérrima que vai nos ajudar neste desafio. Se você ainda não conseguiu montar seu, aguenta um pouquinho mais que já já vamos divulgar.

Hora de investimentos: já chegou a hora de investir? Você tem conseguido fazer sua reserva financeira? Já estamos naquele momento de passar para um próximo passo? Sim, precisamos evoluir!

Já está na hora de buscar novas formas de investir? Deixar a reserva financeira na poupança, quietinha para algum imprevisto (espero que ele nunca aconteça) e voar mais alto! Lembre-se, não fique nessa de ‘nunca sobra dinheiro para começar a poupar’. Tente reservar um valor dentro do seu orçamento para a poupança. Reserve um dinheiro como se fosse pagar uma conta e todo mês, você deposita.

Lembre-se, para tomarmos as rédeas das nossas finanças, é preciso ter, acima de tudo, autocontrole, disciplina e dedicação. Não dá pra descuidar… A cada salário recebido, temos que dar Glória a Deus por termos um emprego, mas lembre-se de chamá-Lo para participar dos outros 25 dias do mês. Traga Deus para todas as suas decisões. Deixe Ele decidir por você o que é melhor.

Hoje fui pra uma reunião e realmente não sabia como ela iria terminar. Mas no caminho fui conversando com Deus e pedindo tranquilidade para lidar com aquela situação… E qual foi a minha surpresa? Percebi que Ele quer mais de nós! E vamos juntos, buscar um caminho que nos traga paz, alegria e prosperidade! 😉