O que fazer com o 13º salário?

É gente, já estamos em outubro e, daqui a pouco, milhões de pessoas vão receber o 13º salário. E hoje, o ‘Obrigada, estou apenas olhando’ quer te ajudar se planejar para aproveitar essa renda extra da melhor forma possível, sempre com objetivo de que ela lhe traga alegrias e não dores de cabeça.

Eu não recebo 13º salário. Trabalho como profissional autônoma e não tenho esse direito concedido apenas para aqueles profissionais com carteira assinada. E se você é um deles, aproveite e use essa grana com sabedoria e prosperidade.

Cuidado com a empolgação. O 13º salário é um rendimento  que chega num momento bem propício para ser gasto, afinal teremos pela frente as festividades de Natal e Ano Novo, uma época que é sinônimo de compras. No entanto, o 13º só deve ser usado livremente para compras, presentes ou viagens se você tiver sido disciplinado durante o ano inteiro.

Se você estiver endividado, aproveite este salário extra para quitar suas dívidas. Faça disso sua prioridade para entrar em 2019 com as contas no azul. “Quem está endividado pode aproveitar o mês de outubro para negociar as dívidas, principalmente, com bancos. Nesta época do ano, os bancos fecham seus balanços e este é o melhor momento para negociar”, aconselhou o educador financeiro Pedro Braggio. Ele ainda explicou que os bancos oferecem ótimas condições de negociação para que possam fechar seus balanços anuais com o menor nível de inadimplência.

Mas se você estiver com suas finanças em dia, divida o 13º em três partes:

Para presentear: afinal, você é um filho de Deus e pode sim, comprar presentes para seus familiares e amigos e merece ganhar um também! Então, reserve uma parte do 13º para comprar os presentes de Natal. Lembre-se de fazer uma lista de pessoas que deseja presentear e comece a pesquisar os valores das lembrancinhas. Faça com que o valor caiba no orçamento reservado.

Para investir: se você aprendeu a se organizar, já sabe que uma parte do 13º salário precisa ser guardada para realizar um sonho ou garantir tranquilidade financeira na hora de algum imprevisto. Então, uma parte desta renda extra vai para o nosso COLCHÃO FINANCEIRO.

Para as despesas de início de ano: todo início de ano, as despesas vêm e você pode reservar uma parte do 13º salário para cobrir estes gastos extras com IPTU, IPVA, matrícula dos filhos e material escolar.

Independente destas dicas, peça orientação de Deus. Ele é e sempre será o seu melhor conselheiro e vai te orientar como agir. Que você use o seu 13º com amor, paz, saúde e sabedoria. E que mais do que quitar dívidas, que o 13º salário possa lhe trazer prosperidade. 😉

Uma conversa com Warren Buffett

Dia 325/365:

Entre os meus amigos, aqueles que apoiam e torcem pelo meu propósito, estão sempre me mandando alguma foto, marcando em postagens que remetem ao objetivo do “Obrigada, estou apenas olhando”.

Esta semana recebi, via WhatsApp, uma imagem com os conselhos sábios de Warren Buffett. Talvez você nunca tenha ouvido falar dele, mas se você quer ter sucesso financeiro, seguir os conselhos dele pode ser uma boa estratégia.

Mas quem é Warren Buffett? Fundador da Berkshire Hathaway, ele tem uma fortuna avaliada em US$ 80,7 bilhões de acordo coma Forbes. Mas nem tudo foram cifras na vida de Buffett.

Mas uma coisa é certa, apesar da família humilde, ele sabe como construir riqueza: aos 30 anos, ele já tinha acumulado seu primeiro milhão de dólares.

Se estivéssemos na presença de Warren Buffett, certamente ele nos daria alguns conselhos:

  • Sobre Ganhos: nunca dependa de apenas a fonte de renda. Invista para ter uma uma segunda fonte.
  • Sobre Compras: se você comprar coisas que não precisa, logo terá que vender coisas que não precisa.
  • Sobre Economias: não economize o que lhe sobra dos seus ganhos, mas gaste o que sobra de suas economias.
  • Sobre Investimentos: não coloque todos os ovos dentro da mesma cesta.

Acabei de comprar uma trufa de um rapaz que veio até meu portão. O dinheiro das vendas, segundo ele, é para pagar a faculdade. Alegre, simpático, disse que tinha apenas 5. Não comprei todas, apenas uma para ajudá-lo. E, sem perder a fé e esperança, ele foi tentando vender as que sobraram. Espero que consiga!

Faça como o rapaz que nem sei o nome, mas estou orando e torcendo por ele! Essa é a essência da perseverança: não desistir jamais!

Aproveite o exemplo deste rapaz e persevere! Eu tenho certeza de que você vai conseguir superar sua situação financeira. 😘

4 passos para comemorar o fim das dívidas

Dia 230/365:

Aqui no “Obrigada, estou apenas olhando” só tem um caminho: aprender, colocar em prática e compartilhar. E hoje não vai ser diferente.

Você se lembra que zerei faturas  já quebrei dois cartões de crédito de loja e hoje sigo poupando e engordando o meu colchão financeiro, graças aos ensinamentos aprendidos e colocados em prática. De nada adiantaria participar do curso do educador financeiro Pedro Braggio se não tivesse incorporado pra minha vida tudo que aprendi lá.

Mas hoje, o tema é Livramento e Libertação. Calma, não vamos fazer uma oração eheheh Vamos te mostrar como é possível organizar a sua vida financeira, se livrar das dívidas e se libertar desta situação complicada de receber salário que dura 3 dias. Seu salário tem que durar os 31 dias do mês!

Primeiro Passo – Conheça suas dívidas: assim como para emagrecer, poupar ou abrir um negócio, quitar seus débitos também demanda uma dose de disciplina e inteligência para alcançar o sucesso. Organize suas finanças para visualizar os débitos e sua renda mensal. Encontre a melhor forma de anotar todos os seus gastos. Você pode usar um caderninho ou agenda de dívidas, um planilha de Excel, aplicativos de celular ou até o método do envelope (aquela velha maneira de administrar, separando as quantias em pacotinhos: assim você vai saber exatamente quanto vai ter ao longo do mês para o supermercado, por exemplo).

Eu escolhi o método da planilha. Se quiser, baixe a sua aqui, preencha e vá monitorando, mês a mês e, se o saldo estiver negativo, persevere até ficar azul, porque ele vai ficar.

Segundo Passo – Negocie as dívidas:  este é um momento mais delicado, procure os seus credores e encontre, a partir da negociação a melhor forma para quitar seus débitos de forma que não te prejudique ainda mais. Lembre-se de incluir as parcelas destas negociações na sua planilha de orçamento.

Eu não passei por esta fase por não ter dívidas vencidas, graças a Deus, conseguia pagar tudo em dia, mas gastava tudo e a poupança não fazia parte deste tudo. Agora faz e  como a vida mudou depois disso! A sua também vai mudar.

Terceiro Passo – Defina suas prioridades: agora que você já sabe como está a sua situação financeira,  defina um limite para cada despesa sua ou da família. Se a conta não fechar (no início não fecha mesmo) você tem que encontrar formas de diminuir os gastos, apertando aqui ou ali.  Estabeleça o que é prioridade e deixe para depois o que pode esperar.

Quarto Passo – Descubra talentos que podem virar uma renda extra: se mesmo seguindo esses passos, você está se contorcendo para chegar até o fim do mês com dinheiro no bolso, está na hora de considerar a possibilidade de aumentar seus rendimentos: um novo emprego que te ofereça um salário maior ou algum talento que você pode transformar em uma renda extra.

No curso de reeducação financeira, entre os ensinamentos estava o aumento da receita. Este foi também o desafio que me foi imposto por aquele amigo que me deu bronca por eu não guardar dinheiro, lembra? Ele me disse: ‘além de parar de gastar, você tem que ganhar mais’. Como sou jornalista, atuo como assessora de imprensa e também com marketing digital, consegui cumprir este desafio, aumentando o número de clientes nas redes sociais. Está dando certo, graças a Deus!  De repente você gosta de cozinhar, tirar fotos, tem facilidade em ensinar… Descubra o que gosta e sabe fazer e empreenda!

Passo Extra – Esse você vai gostar: crie recompensas para si mesmo. Não precisa sofrer e ficar olhando somente para as dívidas, os débitos e as contas a pagar. Torne este desafio mais divertido e recompensador. Transforme a sua disposição em sair das dívidas num jogo com benefícios para você ao longo do caminho.  Ao terminar de quitar uma dívida, faça algo para comemorar: tome um sorvete, um café especial, vá ao cinema ou ao salão de cabeleireiro. Mas não custa avisar: não faça nada que vá comprometer o seu orçamento.

Isso vai ajudar na motivação para seguir em frente. Você pode, inclusive, ir monitorando e planejando no tempo que te resta para quitar uma dívida, qual será a sua recompensa. Eu não fiz isso. Parei de comprar, doeu no começo, mas encarei o ‘guardar dinheiro’ como um desafio. Estou feliz em ver os resultados e satisfeita comigo mesma. É como se fosse um prêmio a cada extrato.

Mas uma coisa é certa: não existem milagres! O que existe é trabalho, perseverança e empenho. Não desista, no começo é difícil, como você já acompanhou por aqui, mas depois as coisas vão ficando mais e mais fáceis e tudo entrando no seu devido lugar, com a graça de Deus. Não esqueça de colocar Deus em tudo que você faz. Tanto na dor da dívida, quanto na alegria da comemoração. Ele quer participar da sua vida, só você deixar! 😉